Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → Estimativa da irradiância solar ultravioleta horária no semi-árido pernambucano

Universidade Federal de Pernambuco (2007)

Estimativa da irradiância solar ultravioleta horária no semi-árido pernambucano

Andrade Ricardo César de

Titre : Estimativa da irradiância solar ultravioleta horária no semi-árido pernambucano

Auteur : Ricardo César de Andrade

Université de soutenance :Universidade Federal de Pernambuco Brazil

Grade : Mestre em Ciencias 2007

Résumé
Dois códigos computacionais, SPCTRAL2 e SMARTS2, foram utilizados para estimar a irradiância solar ultravioleta e o índice de irradiação ultravioleta em uma localidade do semi-árido do Nordeste do Brasil. Os softwares apresentam simplicidade de uso, precisão e relativa facilidade na obtenção das variáveis de entrada : ângulo zenital, pressão atmosférica em relação ao nível do mar, umidade relativa do ar, temperatura do ar, quantidade de água precipitável, ozônio total e a profundidade ótica de aerossóis (AOD). Todas essas variáveis são medidas em estações meteorológicas convencionais, exceto a profundidade óptica dos aerossóis. A profundidade óptica de aerossóis foi medida com um aparelho construído com um sensor LED (Light-Emitting Diode) de banda estreita, centrada em 555nm que mede a transmitância da radiação monocromática através da atmosfera terrestre, a qual pode ser descrita pela lei de Beer. Para as simulações realizadas a partir da utilização do AOD diário, os resultados das simulações da irradiância solar ultravioleta mostrou um erro máximo de 6,4% para o meio dia solar, e um erro máximo entre 10 e 12% para 09:00h da manhã e 15:00h, respectivamente, quando comparados com os valores medidos com o piranômetro TUVR

Présentation

Version intégrale

Page publiée le 30 mars 2010, mise à jour le 13 juillet 2018