Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2020 → O efeito da pluviosidade na caatinga sobre teores de fenóis é taninos totais em Cenostigma microphyllum (Mart ex G.Don) E. Gagnon & G.P. Lewis (Fabaceae)

Universidade Federal de Pernambuco (2020)

O efeito da pluviosidade na caatinga sobre teores de fenóis é taninos totais em Cenostigma microphyllum (Mart ex G.Don) E. Gagnon & G.P. Lewis (Fabaceae)

ALBERGARIA, Edward Teixeira de

Titre : O efeito da pluviosidade na caatinga sobre teores de fenóis é taninos totais em Cenostigma microphyllum (Mart ex G.Don) E. Gagnon & G.P. Lewis (Fabaceae)

Auteur : ALBERGARIA, Edward Teixeira de

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Mestrado - Biologia Vegetal 2020

Résumé
No Brasil, há grande destaque para estudos relacionados à ecologia química, principalmente àqueles direcionados à identificação de compostos de interesse econômico, no entanto poucos esforços são direcionados à desvendar o potencial medicinal das plantas do semiárido, levando em consideração a influência das variáveis climáticas na produção de metabólitos secundários visto que apenas 2% de sua biodiversidade está inserida em uma área de conservação e as rápidas alterações estão levando à perda da vegetação nativa. Assim, objetivou-se quantificar os teores de fenóis e taninos totais em cascas de caule e folhas da espécie medicinal Cenostigma microphyllum (Mart. ex G. Don) E. Gagnon & G.P. Lewis mediante variações pluviométricas em uma área de Caatinga. Para atender a esse objetivo, a dissertação foi dividida em duas partes : a primeira é uma revisão bibliográfica mostrando a influência do estresse hídrico na produção de compostos fenólicos em plantas de interesse medicinal, no qual aponta que a ideia amplamente aceita de que há um aumento geral dos compostos fenólicos em resposta à escassez hídrica é equivocada, sendo, no entanto, um sistema complexo e que difere em cada espécie vegetal. Além disso, a maioria dos artigos acessados foram conduzidos em casa de vegetação, mostrando a existência de lacunas envolvendo espécies arbóreas sob diferentes condições ecofisiológicas. A segunda parte, por sua vez, foca no estudo realizado no Parque Nacional do Catimbau (PE – Brasil), buscando compreender, pelo método espectrofotométrico, a resposta dos teores de fenóis e taninos totais à diferentes valores de pluviosidade, mostrando que tais metabólitos foram significativamente maior na parcela com 705 mm de precipitação, além de ser mais elevados nas folhas que nas cascas. Com isso, os resultados apontam, pela primeira vez na literatura, o aumento dos compostos fenólicos em área onde o valor da precipitação não é extremo, sendo conduzido com uma espécie de hábito arbóreo em condição natural de clima semiárido. Além disso, estudos futuros relacionados a quantificação individual desses compostos e questões associadas à genética desta espécie são necessários para compreender com mais detalhes seu mecanismo de resposta à escassez hídrica.

Mots Clés  : Biologia vegetal ; Caatinga ; Ecológica química

Présentation

Page publiée le 25 novembre 2020