Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2020 → Análise da relação do uso do solo com a qualidade da água do açude Epitácio Pessoa no Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco

Universidade Federal de Pernambuco (2020)

Análise da relação do uso do solo com a qualidade da água do açude Epitácio Pessoa no Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco

CALADO, Tatiana de Oliveira

Titre : Análise da relação do uso do solo com a qualidade da água do açude Epitácio Pessoa no Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco

Auteur : CALADO, Tatiana de Oliveira

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Mestrado - Desenvolvimento e Meio Ambiente 2020

Résumé
O Semiárido é a região do país que possui a maior escassez de água, e como alternativa para melhorar a disponibilidade hídrica na região, foi desenvolvido o Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional (PISF), que distribui as águas através de reservatórios por dois eixos de canais artificiais. O uso do solo no entorno destes reservatórios pode interferir na qualidade da água, que é essencial para a eficiência do Projeto. O objetivo geral deste trabalho foi analisar a relação do uso do solo com a qualidade da água em um reservatório do Eixo Leste do PISF. O trabalho foi desenvolvido no açude Epitácio Pessoa, localizado na bacia hidrográfica do rio Paraíba, ao final do Eixo Leste. Foi realizado um diagnóstico ambiental do reservatório, identificando que as suas maiores demandas são o abastecimento público e a irrigação, sendo que esta última, junto ao lançamento de esgotos, são as principais fontes poluidoras. A análise dos planos diretores da bacia hidrográfica e dos municípios do entorno verificou que não há integração entre os documentos e que os planos municipais não são efetivos no controle das atividades próximas ao açude. Ainda sobre o uso do solo, foi estudada a evolução das atividades no entorno utilizando imagens de satélite dos anos 1999, 2009 e 2019, observando a expansão das áreas agrícolas sobre a vegetação natural, inclusive na área inundável quando o volume do açude se encontra reduzido. Para a qualidade da água, foram analisados três pontos amostrais próximos à captação de água no rio São Francisco, e três na região do açude Epitácio Pessoa, com dados de 2015 a 2019. Valores elevados de parâmetros como fósforo total e DBO, indicam a possibilidade de contaminação das águas por atividades agrícolas ou esgotos. Os baixos níveis do reservatório, as altas taxas de evaporação e as poucas chuvas tendem a aumentar a concentração de nutrientes, elevando o risco de eutrofização. Foi constatado que a água do rio São Francisco possui melhores condições do que o reservatório, porém após o início da operação do PISF os resultados apresentaram uma melhora. Os órgãos ligados à gestão do açude devem se articular para regular as atividades no entorno do reservatório, por meio de um processo que inclua a escuta e orientação da população ribeirinha. O monitoramento da qualidade da água deve ser mantido a fim de verificar a melhoria das condições locais, porém a investigação dos demais reservatórios do Eixo Leste também é imprescindível para garantir o propósito principal do PISF, que é o abastecimento humano

Présentation

Version intégrale (4,9 Mb)

Page publiée le 10 décembre 2020