Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2020 → Avaliação de política pública no setor agropecuário de Pernambuco : o programa Leite de Todos

Universidade Federal de Pernambuco (2020)

Avaliação de política pública no setor agropecuário de Pernambuco : o programa Leite de Todos

PEIXOTO, Eduardo de Vasconcelos

Titre : Avaliação de política pública no setor agropecuário de Pernambuco : o programa Leite de Todos

Auteur : PEIXOTO, Eduardo de Vasconcelos

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Mestre em Economia 2020

Résumé
Este trabalho busca estimar o impacto do Programa Leite de Todos sobre a cadeia produtiva da bovinocultura de leite do estado de Pernambuco entre os anos de 2001 e 2011. O presente trabalho utilizou a metodologia do controle sintético, sendo este um método não muito utilizado para avaliações de políticas públicas dentro do setor agropecuário ou da bovinocultura de leite no Brasil. A utilização desta metodologia permitiu a criação de um contra factual para Pernambuco a partir de uma combinação de pesos para 16 estados brasileiros que não receberam programas similares durante o período analisado. Apesar do início do programa ocorrer em dezembro do ano 2000, os resultados encontrados indicam que os impactos do programa sobre a produção de leite se tornam relevantes a partir de 2005, corroborando com a hipótese da necessidade de um tempo para implementação e maturação do programa. A partir de 2005, pode-se atribuir ao programa grande parte do crescimento contínuo e expressivo da produção de leite, do valor da produção e da respectiva participação no valor adicionado bruto da agropecuária observado em Pernambuco até o ano de 2011. Portanto, o presente trabalho sugere que o Programa Leite de Todos foi bem-sucedido no objetivo de estimular a cadeia produtiva de leite no estado de Pernambuco.

Mots Clés  : Agropecuária - Pernambuco ; Política pública ; Bovinos de leite

Présentation

Version intégrale (0,85 Mb)

Page publiée le 10 décembre 2020