Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Portugal → The role of biotic seed dispersers on post-fire regeneration

Universidade de Coimbra (2020)

The role of biotic seed dispersers on post-fire regeneration

Ribeiro, João Pedro Costa

Titre : The role of biotic seed dispersers on post-fire regeneration

O papel dos dispersores bióticos de sementes na regeneração pós-fogo

Auteur : Ribeiro, João Pedro Costa

Université de soutenance : Universidade de Coimbra

Grade : Mestrado em Ecologia apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia 2020

Résumé partiel
O fogo desempenha um papel preponderante nas comunidades Mediterrânicas, mas os regimes de fogo estão a mudar rapidamente em resultado de ações antropogénicas. Isto tem um impacto negativo nas florestas, o que requer que prestemos atenção à sua capacidade de recuperação. A resiliência e a recuperação de uma floresta são amplamente mediadas por três processos : rebrote de plantas ardidas, germinação a partir do banco de sementes, e chegada de sementes a partir de áreas não ardidas através da dispersão de sementes. Espécies sem características relacionadas com o fogo são particularmente vulneráveis aos efeitos do fogo, e assim estão dependentes de dispersão abiótica ou biótica de sementes para chegar a áreas ardidas. Aves e mamíferos encontram-se entre os principais dispersores bióticos de sementes na bacia do Mediterrâneo, especialmente para espécies de plantas que evoluíram síndromes para dispersão endozoocórica (i.e., interna) ou epizoocórica (i.e., externa).O presente estudo foi realizado numa área de floresta nativa no centro de Portugal, perto de Coimbra, num local caracterizado por uma área ardida e outra não ardida adjacente (controlo). O principal objetivo foi avaliar o papel dos dispersores bióticos de sementes na regeneração pós-fogo. Para o efeito caracterizei a existência de características relacionadas com a resistência ao fogo e os síndromes de dispersão de sementes na comunidade vegetal local, e a comunidade de dispersores de sementes

Mots clés  : Regimes de fogo ; Resiliência florestal ; Síndrome de dispersão ; Frugivoria ; Endozoocoria ; Fire regimes ; Forest resilience ; Dispersal syndrome ; Frugivory ; Endozoochory

Présentation

Version intégrale (1,6 Mb)

Page publiée le 22 mars 2021