Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Portugal → Contribuição para a Avaliação da Viabilidade da Reutilização de Águas Residuais Tratadas para Produção de Água para Consumo Humano. Estudo de Caso : Mindelo, São Vicente (Cabo Verde)

Universidade Nova de Lisboa (2018)

Contribuição para a Avaliação da Viabilidade da Reutilização de Águas Residuais Tratadas para Produção de Água para Consumo Humano. Estudo de Caso : Mindelo, São Vicente (Cabo Verde)

Oliveira, Edilene Soraia Gonçalves de

Titre : Contribuição para a Avaliação da Viabilidade da Reutilização de Águas Residuais Tratadas para Produção de Água para Consumo Humano. Estudo de Caso : Mindelo, São Vicente (Cabo Verde)

Auteur : Oliveira, Edilene Soraia Gonçalves de

Université de soutenance : Universidade Nova de Lisboa

Grade : Mestre em Engenharia e Gestão da Água 2018

Résumé
A problemática de carência de recursos hídricos do arquipélago de Cabo Verde converge tendencialmente para uma situação de escassez absoluta. A ilha de São Vicente, a segunda mais populosa do arquipélago, constitui uma das ilhas mais afetadas pela escassez de recursos hídricos. Tendo em conta os desafios que o atual sistema de abastecimento público da ilha enfrenta, nomeadamente, garantir uma capacidade de produção de água suficiente face às necessidades crescentes da população, este estudo tem como objetivo avaliar a viabilidade técnica da reutilização potável das águas residuais tratadas da ETAR do centro urbano da ilha (ETAR da Ribeira da Vinha). Para este estudo de caso, foi realizado a simulação da aplicabilidade dos processos de separação por membranas (microfiltração, ultrafiltração, osmose inversa e nanoflitração) ao efluente tratado da ETAR da Ribeira da Vinha. Pretendeu-se, ainda, através de um ensaio de crescimento descontínuo da microalga Chlorella vulgaris em meio de cultura inorgânico, com diferentes concentrações de NaCl, avaliar o efeito da salinidade característico das águas residuais afluentes à ETAR da Ribeira da Vinha sobre o crescimento de microalgas, de forma a compreender o comportamento destes organismos e se a salinidade poderia comprometer o funcionamento deste sistema de lagunagem. Os resultados do ensaio de crescimento da Chlorella vulgaris indicam que o teor de salinidade presente nas águas residuais da ETAR de Ribeira da Vinha não tem efeitos adversos sobre o seu crescimento, e por extrapolação sobre outras microalgas intervenientes no processo de tratamento da ETAR da Ribeira da Vinha, com tolerância a salinidade semelhante a Chlorella vulgaris. Os resultados obtidos para a simulação da aplicabilidade dos processos de separação por membranas, por sua vez, demonstram que é possível a produção de água para consumo a partir do efluente tratado da ETAR da Ribeira da Vinha, em conformidade com os requisitos de qualidade estabelecidos pelos Decretos-lei 08/04 e 152/17, por aplicação dos sistemas de tratamento UF/OI/OI e UF/NF/OI. Apesar das limitações da reutilização potável direta, nomeadamente, informações deficitárias relativas aos compostos emergentes, especialmente a nível dos efeitos toxicológicos, inexistência de normas/critérios de reutilização potável direta e a aceitação pública, os resultados deste estudo fornecem novas directrizes no que toca à estratégias de desenvolvimento de recursos hídricos, numa ilha onde a água constitui um bem muito escasso, para ser desperdiça

Présentation

Version intégrale (5,5 Mb)

Page publiée le 24 mars 2021