Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Nouvelles publications → 2018 → Fitofisionomias de Caatinga - Análise estrutural de duas fitofisionomias de caatinga em diferentes estados de conservação no Semiárido pernambucano

Novas Edições Acadêmicas (2018)

Fitofisionomias de Caatinga - Análise estrutural de duas fitofisionomias de caatinga em diferentes estados de conservação no Semiárido pernambucano

Marcos Antonio Drumond

Titre : Fitofisionomias de Caatinga - Análise estrutural de duas fitofisionomias de caatinga em diferentes estados de conservação no Semiárido pernambucano

Auteur (s)  : Marcos Antonio Drumond
Editeur  : Novas Edições Acadêmicas
Date de parution : 07.02.2018
Pages : 88

Présentation
A Caatinga é um tipo de vegetação constituída, especialmente, de árvores e arbustos de pequeno porte e de folhas miúdas, geralmente dotadas de espinhos e caducifólias, sendo mesclada com cactáceas e bromeliáceas. Sob essa vegetação, o solo é, geralmente, raso e pedregoso, que torna a agricultura uma prática difícil na região. Em função das mais diferentes situações edafoclimáticas, regionalmente a caatinga recebe diversas denominações : agreste, sertão, cariri, seridó, carrasco, entre outras. A expressão Bioma Caatinga é um termo abrangente para caracterização das diversas fisionomias da região Semiárida do Nordeste brasileiro englobando fauna, flora e geomorfologia. é o único bioma exclusivamente brasileiro que abriga fauna e flora únicas, com muitas espécies endêmicas que não são encontradas em nenhum outro lugar do planeta, podendo ser consideradas como um patrimônio biológico de imensurável valor. A Caatinga é um dos biomas brasileiros mais alterados pelas atividades humanas, com mais de 45% de área antropizada, sendo ultrapassado apenas pelos biomas Mata Atlântica e Cerrado.

Annonce de l’ouvrage et achat (€ 35,90 en 2021)

Page publiée le 17 juillet 2021