Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Bioprospecção de fungos rizosféricos associados à cactáceas em área de processo de desertificação para promoção de crescimento em plantas

Universidade Federal de Alagoas (2021)

Bioprospecção de fungos rizosféricos associados à cactáceas em área de processo de desertificação para promoção de crescimento em plantas

Silva, João Manoel da

Titre : Bioprospecção de fungos rizosféricos associados à cactáceas em área de processo de desertificação para promoção de crescimento em plantas

Auteur : Silva, João Manoel da

Université de soutenance : Universidade Federal de Alagoas

Grade : Doutorado em Biotecnologia 2021

Résumé
Ao longo do tempo as cactáceas adquiriram mecanismos para se estabelecer em ambientes escassos de água e nutrientes. Objetivou-se por meio esse estudo, o isolamento e identificação de fungos rizosféricos em associação com Opuntia cochenillifera de ocorrência espontânea em uma área sob processo exponencial de salinização e desertificação, bem como modelar seus atributos químicos e mineralógicos e realizar a bioprospecção dos fungos isolados quanto suas capacidades como promotores de crescimento em plantas de tomate. Para determinação da população microbiana, foi realizada coleta de solo na profundidade 0-20 cm da superfície na área correspondente à rizosfera. A diluição foi realizada até a fração 10-3, 10-4 e 10-5 e inoculada em placas de Petri contendo meios de cultivo seletivos e realizada a contagem de unidades formadoras de colônia (UFC) e identificação morfológica e molecular dos isolados. Foi possível observar presença fungo rizosféricos em associação com O. cochenillifera, em área em processo de desertificação e salinização. Por meio da comparação (e-value > 99%) foram identificadas similaridades para Aspergillus spp., Paecilomyces spp., Neurospora sp. Penicillium spp. e Coprinellus spp.. Os isolados foram submetidas a ensaios de solubilização de fosfato, produção de ácido-3-indol acético (AIA), antagonismo contra fungos fitopatogênicos, desenvolvimento de plântulas de pepino e crescimento em meio de cultura com restrição hídrica. Por fim, realizou-se ensaio in vivo para promoção de crescimento em associação com pó de rocha silicática. Todos os resultados dos ensaios foram submetidos à análises estatísticas e teste de médias ou regressão, quando melhor apropriado. Essas espécies são conhecidas na literatura pela sua riqueza metabólica, sendo aplicáveis a processos biotecnológicos para promoção de crescimento em plantas cultivadas. Os isolados estudadas foram capazes de solubilizar fosfato, sendo F04 e F05 os que apresentaram os maiores índices de solubilização. Quanto a produção de AIA, os isolados F02 e F07 foram os mais promissores, com valores acima dos estipulados para conferir como altamente produtores, embora todos os isolados tenham produzido o hormônio, mesmo em menores níveis. Todos os isolados estudados foram capazes de inibir o crescimento de Colletotrichum sp. e Fusarium sp., com taxas acima de 80% de inibição do crescimento micelial, atuando por mecanismos de confronto direto, sobreposição ou produção de metabólitos. O desenvolvimento das plântulas de pepino foi evidenciado para os isolados F07, F08, F09 e F10, como também para a emissão de radícula. A restrição hídrica proporcionou o crescimento micelial das isolados, com decréscimo a partir da concentração de 10%. A promoção de crescimento foi verificada in vivo com e sem associação com pó de rocha silicática em plantas de tomate. Portanto, essas características conferem a esses isolados características promotores de crescimento em plantas

Mots Clés  : Fungos filamentosos Fungos promotores de crescimento vegetal Ácido-3-indol acétivo Solubilização de fosfato Antibiose Semiárido Filamentous fungi Plant growth fungi 3-indole acid Phosphate solubilization Internal transcript spacer Antibiosis Semiarid

Présentation

Version intégrale (4,7 Mb)

Page publiée le 7 avril 2022