Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2021 → Análise da habilidade preditiva da precipitação com ênfase na seca meteorológica no nordeste brasileiro

Universidade Federal de Alagoas (2020)

Análise da habilidade preditiva da precipitação com ênfase na seca meteorológica no nordeste brasileiro

Rocha Júnior, Rodrigo Lins da

Titre : Análise da habilidade preditiva da precipitação com ênfase na seca meteorológica no nordeste brasileiro

Analysis of the predictive ability of precipitation with an emphasis on meteorological drought in northeast Brazil

Auteur : Rocha Júnior, Rodrigo Lins da

Université de soutenance : Universidade Federal de Alagoas

Grade : Mestrado em Meteorologia 2020

Résumé
Dos fenômenos naturais adversos, a seca é o que mais afeta a sociedade por atuar sobre grandes extensões territoriais e perdurar por longos períodos de tempo. A seca é um fenômeno caracterizado por um déficit hídrico suficientemente longo para impactar sobre fatores edáficos, meteorológicos, hídricos e sociais. A previsão da seca tem contribuído no mundo todo para ações de mitigação dos impactos do fenômeno e aumento da resiliência. O Brasil possuí o maior território semiárido habitado do mundo : o Nordeste. A cada seca que ocorre no Nordeste Brasileiro (NEB), se registra racionamento hídrico, perda de safras, morte de animais e fome de parte da população. Os impactos da seca provocam grande êxodo rural para as cidades litorâneas do NEB e até mesmo para grandes centros urbanos do país. Estudos diversos foram conduzidos para entender a dinâmica da seca no NEB. É conhecido que a ocorrência do fenômeno é em parte modelada pela El Niño Oscilação Sul (ENOS) e parte pela Temperatura da Superfície do Mar (TSM) do Atlântico Tropical. Tais fenômenos oceânicos de variabilidade lenta permite antecipar com certa qualidade os acumulados de chuva e a temperatura média dos meses seguintes. Este trabalho analisou a habilidade preditiva da precipitação com ênfase na seca meteorológica no Nordeste Brasileiro a fim de sedimentar uma metodologia que contribua com o enfretamento da seca utilizando os produtos operacionais mais avançados do conjunto de modelos da América do Norte. De forma geral os resultados mostram que a habilidade preditiva da precipitação no NEB é suficientemente boa para gerar previsões operacionais na região. O setor norte do NEB mostrou os melhores resultados entre os períodos analisados. Neste setor a habilidade preditiva da precipitação se estende para além do seu período chuvoso. Seguido do setor norte vem os setores leste e sul com considerável destreza nos seus respectivos períodos chuvosos. A região central por sua vez, representada por parte do semiárido nordestino, mostrou os priores resultados, onde a destreza das previsões de precipitação neste setor é particularmente difícil. Sendo assim as condições de precipitação associadas a seca meteorológica no NEB tem razoável potencial de previsão e o modelo pode ser usado de forma operacional para auxiliar ações de enfretamento da seca.

Présentation

Version intégrale (2 Mb)

Page publiée le 21 mai 2022