Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Efeito de perturbações antrópicas e aridez sobre a comunidade de borboletas frugívoras na Caatinga

Universidade Federal de Pernambuco (2021)

Efeito de perturbações antrópicas e aridez sobre a comunidade de borboletas frugívoras na Caatinga

MELO, Douglas Henrique Alves de

Titre : Efeito de perturbações antrópicas e aridez sobre a comunidade de borboletas frugívoras na Caatinga

Auteur : MELO, Douglas Henrique Alves de

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Doutorado em Biologia Animal 2021

Résumé
Mudanças no uso da terra (i.e. perturbações agudas), remoção de porções de biomassa nas áreas remanescentes dos ecossistemas naturais (i.e. perturbações crônicas) e mudanças climáticas são as principais causas da perda de biodiversidade em todo o globo. Essas perturbações antrópicas causam alterações nas características naturais do ambiente e criam filtros ambientais que atuam reorganizando e homogeneizando as comunidades ecológicas, com perdas de espécies especialistas e proliferação de generalistas (i.e. substituição de perdedores por vencedores). O uso de indicadores ecológicos torna-se viável para monitorar as respostas de diversos grupos biológicos às mudanças nas paisagens naturais devido às perturbações antrópicas e para a seleção de áreas prioritárias para conservação. Nesta tese, examinei (1) como as comunidades de borboletas frugívoras, um dos principais indicadores ecológicos, são afetadas taxonômica e funcionalmente por distúrbios antrópicos crônicos e aumento de aridez em áreas de Caatinga e (2) como se dá a recuperação, também taxonômica e funcional, dessas comunidades ao longo do processo de sucessão secundária em áreas previamente usadas como agricultura de corte e queima, uma das principais perturbações humanas na Caatinga. Adicionalmente, foi examinado o papel que distúrbios crônicos, riqueza de espécies de árvores e biomassa desempenham na recuperação desses insetos durante a regeneração da floresta. No primeiro capítulo da tese verifiquei que aumentos nos distúrbios crônicos e, principalmente, na aridez alteraram os padrões de distribuição de borboletas frugívoras e simplificaram as comunidades taxonômica e funcionalmente. No segundo capítulo, observei que borboletas frugívoras podem se recuperar rapidamente em termos taxonômicos ao longo da trajetória sucessional na Caatinga, mas fatores como riqueza de árvores e distúrbios crônicos afetaram significativamente os atributos taxonômicos e funcionais de borboletas frugívoras. Estes resultados sugerem que a as mudanças ambientais provocadas pelo aumento da aridez e pela intensa exploração de recursos naturais resultam em comunidades de borboletas frugívoras empobrecidas e homogeneizadas em dimensões taxonômicas e funcionais. Embora as florestas primárias continuem sendo vitais para a manutenção da biodiversidade, o resultado desta tese indica que alguns grupos de organismos podem se recuperar destas perturbações agudas e crônicas, sugerindo que florestas secundárias também têm um papel importante para a conservação da biodiversidade e de funções e serviços ecossistêmicos em paisagens modificadas pelo homem, a menos que os distúrbios crônicos permaneçam constantes nesses habitats.

Présentation

Page publiée le 18 janvier 2023