Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2021 → Classificação estrutural e fitossociológica de áreas de vegetação do bioma caatinga na Ilha de Assunção, Cabrobó, Pernambuco

Universidade Federal de Pernambuco (2021)

Classificação estrutural e fitossociológica de áreas de vegetação do bioma caatinga na Ilha de Assunção, Cabrobó, Pernambuco

SANTANA, Kétcia Ferreira de

Titre : Classificação estrutural e fitossociológica de áreas de vegetação do bioma caatinga na Ilha de Assunção, Cabrobó, Pernambuco

Auteur : SANTANA, Kétcia Ferreira de

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Mestrado em Geografia 2021

Résumé
A Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro, predominante na região Nordeste, altamente ameaçado e suscetível aos processos de degradação. A ilha de Assunção, situada nomunicípio de Cabrobó-PE, possui manchas de vegetação nativa cercadas pela agricultura irrigada e desmatamento para ampliação de áreas agricultáveis. Neste sentido, objetivou-se analisar e a avaliar o processo de degradação na ilha de Assunção, Cabrobó-PE, a partir da comparação entre as duas grandes áreas de vegetação nativa. As áreas de estudo foram delimitadas, georreferenciadas para aberturas de parcelas, totalizando 18 (9 em cada área), de dimensão 10m x 30m, distanciadas por 250m entre si. Realizou-se levantamento, identificação e coleta de espécies lenhosas vivas, medição do diâmetro da base rente ao solo (≥ 3 cm)e caule, além da altura (≥ 1 m).A partir desses dados foi elaborada a classificação estrutural da vegetação e, calculado o índice de biomassa lenhosa e parâmetros fitossociológicos. Foram contabilizados 774 indivíduos, incluídos em 9 famílias e 18 espécies, a saber : Anadenanthera colubrina, Aspidosperma pyrifolium, Bauhinia cheilantha, Caesalpinia pyramidalis, Capparis flexuosa, Cnidoscolus quercifolius, Commiphora leptophloeos, Cordia oncocalyx, Crotonsonderianus, Cydonia oblonga, Erythrostemon calycinus, Jatropha mollissima, Manihot dichotoma, Mimosa tenuiflora, Prosopis juliflora, Pseudobombax marginatum, Varronia globosa, Ziziphus joazeiro. Os parâmetros de diversidade florística indicaram que os remanescentes possuíam predominância de uma ou mais espécies sobre outras, evidenciando baixa heterogeneidade, elevada densidade, frequência, dominância, formando manchas nucleares de C. pyramidaliseJ. mollissima. Ressalta-se que, apesar de M. tenuiflora possuir menor número de indivíduos, quando comparada às espécies com maior quantificação, seus índices de dominância e frequência estavam entre os mais elevados. A classificação estrutural da vegetação é de porte predominantemente arbustivo, intercalado com feições de caráter subarbóreo, subarbustivo e arbóreo. Evidenciou-se a existência de ciclos de corte raso da vegetação, o que remete a indivíduos com estratificações desproporcionais entre diâmetros (base e caule), sendo isto mais acentuado na área 2. Observou-se que os remanescentes de vegetação possuem dinâmicas particulares e estão em diferentes estágios de regeneração e sucessão. Deste modo, compreender a diversidade biológica e estrutural dos loci de vegetação nativa de Caatinga permite a elaboração de práticas de conservação para manutenção da riqueza biológica existente no bioma.

Présentation

Page publiée le 22 décembre 2022