Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Partição de biomassa e de nutrientes e eficiência nutricional em mangueira ‘Palmer’ irrigada na região do Submédio Vale do São Francisco

Universidade Federal de Vicosa (2018)

Partição de biomassa e de nutrientes e eficiência nutricional em mangueira ‘Palmer’ irrigada na região do Submédio Vale do São Francisco

Silva, Roberto Lustosa

Titre : Partição de biomassa e de nutrientes e eficiência nutricional em mangueira ‘Palmer’ irrigada na região do Submédio Vale do São Francisco

Biomass and nutrient partitioning and nutrient efficiency in ’Palmer’ mango irrigated in the region of Sub-middle São Francisco Vally

Auteur : Silva, Roberto Lustosa

Université de soutenance : Universidade Federal de Vicosa

Grade : Doutorado em Solos e Nutrição de Plantas 2018

Résumé
A demanda nutricional das plantas de mangueira pode ser estimada usando informações de produtividade, da quantidade de nutrientes acumulados nos diversos órgãos das plantas, da quantidade de nutrientes que retornam ao solo por meio da decomposição dos resíduos da poda e da quantidade de nutrientes exportados pelos frutos. Estas informações, associadas aos fatores edafoclimáticos inerentes à região, permitem recomendações de adubação mais econômicas e equilibradas, respeitando as características individuais de cada variedade. Nesse sentido, foi desenvolvido esse estudo para avaliar a partição de biomassa e de nutrientes e a eficiência nutricional em mangueira ‘Palmer’ irrigada na região do Submédio Vale do São Francisco. As áreas de estudo localizadas nos municípios de Casa Nova – BA e Petrolina – PE, clima semiárido, com precipitação variando de 400 a 800 mm durante o ano. As árvores- amostra, foram abatidas com idades de 1, 2, 4, 7 e 12 anos. Para obtenção da matéria seca e o acúmulo de nutrientes nos compartimentos das plantas de mangueira (cv. Palmer), foi escolhido um talhão com aproximadamente 3 ha, e dentro desse talhão foram distribuídas aleatoriamente 4 parcelas com 20 plantas cada uma ; em cada parcela, levando-se em consideração o diâmetro médio do caule das plantas e a homogeneidade da copa, foi escolhida uma planta representativa (planta-amostra). Para obtenção da matéria seca de cada componente das plantas-amostra, foi utilizado o método direto, o qual consistiu na derrubada das plantas. Após o abate das plantas, separou-se os compartimentos em raiz, caule, galho grosso, galho fino, folhas e frutos ; em seguida pesou-se em separado, retirando-se uma amostra de cada compartimento para determinação da matéria seca, após secar em estufa a 65 ºC até peso constante. Em cada compartimento foi quantificado a matéria seca e o teor de macro e micronutriente. De posse dessas informações foi estimado o conteúdo de cada nutriente acumulado nos compartimentos das plantas. A maior acumulação de biomassa foi determinada nos compartimentos que compõem a copa das mangueiras, seguindo a ordem : galhos grossos > frutos > galhos finos > folhas > caule > raiz. Os teores médios de carbono na mangueira ‘Palmer’ se distribuíram da seguinte forma : caule > raiz > folha > galho grosso e galho fino. Os nutrientes estiveram mais concentrados nos compartimentos que compõem a copa das plantas, obedecendo a ordem : folha > galho fino > galho grosso. Os conteúdos de carbono, macro e micronutrientes aumentaram exponencialmente na mangueira ‘Palmer’ em função do diâmetro do caule das plantas. A mangueira com idade de 4 anos, apresentou maior eficiência na conversão dos nutrientes absorvidos em matéria seca de fruto.

Présentation

Version intégrale (0,7 Mb)

Page publiée le 10 janvier 2023