Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2021 → Investigação do potencial biotecnológico da microalga Scenedesmus obliquus (TURPIN) KÜTZIN isolada no semiárido pernambucano

Universidade Federal de Pernambuco (2021)

Investigação do potencial biotecnológico da microalga Scenedesmus obliquus (TURPIN) KÜTZIN isolada no semiárido pernambucano

LIMA, Alysson de Sá Pereira

Titre : Investigação do potencial biotecnológico da microalga Scenedesmus obliquus (TURPIN) KÜTZIN isolada no semiárido pernambucano

Auteur : LIMA, Alysson de Sá Pereira

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Mestrado em Ciências Biológicas 2021

Résumé partiel
As microalgas são uma das primeiras formas de vida do planeta e desenvolveram, ao longo de milhões de anos, uma notável diversidade bioquímica que as tornam alvo de crescentes investigações no campo da biotecnologia, com aplicações que vão desde a produção de biocombustíveis até usos como alimentos funcionais. Nesse sentido, a clorófita Scenedesmus obliquus têm ganhado destaque devido a sua versatilidade e capacidade de sintetizar inúmeras classes de compostos bioativos que lhes conferem um potencial nutracêutico. O objetivo do presente estudo foi investigar o potencial da microalga Scenedesmus obliquus isolada no Semiárido pernambucano quanto à produção de metabólitos bioativos e atividades biológicas, evidenciando possíveis aplicações para a biomassa, extratos e resíduos. Dessa forma, o trabalho divide-se em dois capítulos, sendo o primeiro uma revisão de literatura acerca do potencial mercadológica e nutracêutica da espécie em questão ; o segundo inclui uma investigação envolvendo diferentes atividades biológicas envolvendo a S. obliquus isolada no Semiárido brasileiro. A microalga foi cultivada em meio Bold Basal modificado e sistema de cultivo semi-contínuo, sob parâmetros de luz, pH e temperatura controlados. Após a coleta e secagem da biomassa, foram obtidas diferentes frações a partir de extrações sequenciais usando os solventes água, etanol, acetona e hexano. A composição centesimal da biomassa seca (sem solventes) foi determinada revelando altos teores de proteínas (40,56%) e carboidratos (25,03%), com a posterior dosagem de amido da biomassa seca e residual, para determinar o nível de compostos restantes na biomassa após sucessivas extrações. Verificou-se o teor de compostos fenólicos nos extratos de etanol e acetona de 14,05 e 21,15 mg/EAG g peso seco, respectivamente. A análise de Espectroscopia no Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR) evidenciou a presença de grupos funcionais na fração de exopolissacarídeos (EPS) isolados do meio de cultura. A capacidade antioxidante foi determinada pelos métodos de sequestro de radical DPPH, com os maiores valores de 63,12 ± 0,21% para o extrato de acetona ; radical ABTS com 33,38 ± 0,47% (extrato etanólico) e a capacidade antioxidante total (fosfomolibdênio) com 71,44 ± 5,77 mg EAA/ g peso seco para o extrato hexânico.

Présentation

Page publiée le 22 décembre 2022