Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2022 → Dinâmica diária de açucares em espécie lenhosa sempre verde sob condições da caatinga

Universidade Federal de Pernambuco (2022)

Dinâmica diária de açucares em espécie lenhosa sempre verde sob condições da caatinga

LOPES, Rafaela Ferreira

Titre : Dinâmica diária de açucares em espécie lenhosa sempre verde sob condições da caatinga

Auteur : LOPES, Rafaela Ferreira

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Mestrado em Biologia Vegetal 2022

Résumé
A seca é o principal fator limitante do desenvolvimento vegetal. Para lidar com as condições de seca, as plantas apresentam diversos mecanismos de tolerância, como o acúmulo de carboidratos não estruturais (CNE). Os CNE atuam na osmoproteção, reparo de embolias e na sinalização do estresse sob condições de seca. Assim, o objetivo do estudo foi investigar a dinâmica diária de CNE e o status hídrico da planta lenhosa sempre verde Cynophalla flexuosa sob condições da Caatinga. Os dados foram coletados na estação chuvosa (CH (abril)), seca (SE (outubro)) e no período de transição entre as estações (novembro – seca-chuvosa (SC) e agosto – chuvosa-seca (CS)). Foram avaliados o potencial hídrico (Ψx) e o conteúdo de CNE do material vegetal (parte aérea e radicular) de C. flexuosa em diferentes momentos do dia nas estações de coleta. Também foi avaliado o conteúdo de nitrogênio, fósforo e potássio do material vegetal e do solo da área de coleta. O Ψx apresentou diferenças entre as estações nos horários das 04:30 h e 08:30 h, com a estação CH exibindo valores até 65% mais elevados que as demais estações de coleta. Em todas as estações de coleta, as plantas apresentaram o menor Ψx por volta das 10:30 h, com os valores chegando a -1 MPa. Ao final da tarde, as plantas apresentaram Ψx semelhantes ao da manhã. Neste estudo, os CNE foram compostos principalmente por açúcares solúveis totais (AST). A maior concentração de AST nas folhas foi observada no horário das 13:00 h na estação SE, com diferença de 105%, 83% e 93% comparado com SC, estação CH e CS, respectivamente. No caule, foram observadas diferenças entre as estações nos horários das 12:00 h e 16:00 h, com estação CH apresentando os maiores valores. Já para a raiz, C. flexuosa exibiu aumentos de 168%, 77% e 70% nos AST no horário das 16:00 h na estação SE em relação SC, CH e CS, respectivamente. O conteúdo de amido apresentou diferenças entre as estações de estudo ao longo do dia, entretanto a concentração de amido no final do dia era semelhante entre as estações tanto na parte aérea como radicular. O conteúdo de nitrogênio no caule exibiu aumento de 54% na estação SE em relação a estação CH. Para fósforo foram observadas diferenças entre as estações apenas para a folha, com o período de transição SC apresentando aumento de 36% em relação a estação SE. Apesar da redução na disponibilidade hídrica durante a estação SE, C. flexuosa conseguiu manter a produção de açúcares e o transporte desses açúcares para as raízes.

Présentation

Version intégrale (0,7 Mb)

Page publiée le 2 janvier 2023