Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2022 → Diversidade e potencial biotecnológico de liquens fruticosos do Parque Nacional do Catimbau

Universidade Federal de Pernambuco (2022)

Diversidade e potencial biotecnológico de liquens fruticosos do Parque Nacional do Catimbau

SANTOS, Letícia Pereira dos

Titre : Diversidade e potencial biotecnológico de liquens fruticosos do Parque Nacional do Catimbau

Auteur : SANTOS, Letícia Pereira dos

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Mestrado em Biologia Vegetal 2022

Résumé
O ecossistema Caatinga ocupa um espaço significativo na região Nordeste do Brasil, apresentando grande diversidade em sua fitofisionomia. Neste contexto, o Parque Nacional do Catimbau (PARNA Catimbau) é um exemplo bastante significativo quanto aos atributos desse ambiente. Tendo em vista a extrema relevância da região e buscando contribuir para o conhecimento da liquenobiota do Nordeste, este trabalho teve por objetivo realizar um levantamento das espécies de liquens fruticosos do PARNA Catimbau, identificando também seu potencial biotecnológico. Para tanto, espécimes fruticosos foram previamente coletados na área de estudo e devidamente armazenados foram identificados e analisados quanto a sua morfologia, anatomia e química, através do uso de chaves de identificação, testes de coloração, fluorescência, e cromatografia em camada delgada. Foi realizado posteriormente levantamento das aplicabilidades biotecnológicas mencionadas na literatura para os compostos detectados nas espécies identificadas. Foram analisados 57 espécimes, distribuídos em 3 gêneros e 11 espécies. Dessas, 2 são primeira referência para o Brasil e 4 são novas ocorrências para o semiárido pernambucano. Foram detectados 14 fenóis liquênicos, 13 com atividade biológica confirmada na literatura, sendo os liquens Ramalina aspera, R. complanata, R. peruviana, R. sorediosa e Teloschistes flavicans os mais abundantes e as substâncias ácidos divaricático, fumarprotocetrárico, protocetrárico, salazínico, úsnico e parietina as ocorrentes em maior concentração e, por isso, mais indicados para uso biotecnológico. Dessa forma, o PARNA Catimbau mostra-se como um importante centro de diversidade de liquens fruticosos, tendo em vista os novos registros para a região, além disso, a utilização de seus metabólitos secundários indica avanços consideráveis para a biotecnologia de liquens, sendo a aplicação destes recursos vislumbrando a bioprospecção de metabólitos liquênicos no PARNA Catimbau recomendável.

Présentation

Page publiée le 28 décembre 2022