Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Qualidade da água de barragens subterrâneas do semiárido Potiguar para fins de irrigação

Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) 2021

Qualidade da água de barragens subterrâneas do semiárido Potiguar para fins de irrigação

Chianca, Cibele Gouveia Costa

Titre : Qualidade da água de barragens subterrâneas do semiárido Potiguar para fins de irrigação

Auteur : Chianca, Cibele Gouveia Costa

Université de soutenance : Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA)

Grade : Doutorado em Manejo de Solo e Água 2021

Résumé
As barragens subterrâneas vêm sendo largamente implantadas no semiárido potiguar brasileiro, com o objetivo de atenuar os efeitos provocados pela escassez hídrica. Com base nessa realidade, o objetivo desse estudo foi avaliar a qualidade da água proveniente dessas barragens, para fins de irrigação, bem como analisar a variabilidade espacial e temporal da condutividade elétrica desse recurso hídrico, através do interpolador de ponderação do inverso da distância. As amostras foram coletadas em 45 barragens implantadas e finalizadas pelo Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte, no final do período seco do ano de 2018 e comparadas com as amostras obtidas no final do período chuvoso, no ano de 2019. Determinou-se a qualidade da água através da classificação do risco de salinização e sodificação do solo definidos pelo United State Salinity Laboratory e dos padrões de toxicidade de íons específicos e risco de obstrução de sistemas de irrigação localizada definidos pela Food and Agriculture Organization of United Nation. Para isso, foram analisadas as variáveis : condutividade elétrica, potencial hidrogeniônico, sólidos em suspensão totais, sólidos dissolvidos totais, sódio, potássio, cálcio, magnésio, cloreto, carbonato, bicarbonato, boro, cobre, enxofre, ferro, manganês, zinco, cromo, níquel, cadmio e chumbo. As técnicas de análise multivariada permitiram identificar as variáveis que exercem maior influência na variação hidroquímica da água dessas barragens. Os resultados mostraram que as variáveis relacionadas a salinidade e a toxicidade de íons reduziam sua concentração após o período chuvoso, enquanto que as variáveis relacionadas aos problemas de obstrução dos sistemas de irrigação localizada aumentavam. Com relação ao risco de salinidade e sodicidade do solo, a maioria das barragens foram classificadas como C2-S1. A presença de aglomerados rurais sem esgotamento sanitário, a utilização de dejetos de animais com fertilizantes e a decomposição de matéria orgânica, devido ao cultivo de capim na área da barragem, podem elevar os teores de salinidade das águas aluviais. A alcalinidade, a presença de algas e a concentração de íons ferro são as variáveis responsáveis pelos problemas de obstrução dos sistemas de irrigação localizada. As variáveis relacionadas a salinidade apresentam maior influência na variação hidroquímica da água das barragens, nos dois períodos estudados. A condutividade elétrica e os íons de cloreto apresentam a maior carga fatorial dessa salinidade. E por fim, as áreas que apresentavam maior condutividade elétrica no final do período seco, são similares às áreas de maior condutividade elétrica obtidas no final do período chuvoso

Présentation

Version intégrale (4,6 Mb)

Page publiée le 29 décembre 2022