Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2012 → Usos potenciais de moringa oleifera lam., uma matriz para produção de biodiesel e tratamento de água no semiárido nordestino

Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2012)

Usos potenciais de moringa oleifera lam., uma matriz para produção de biodiesel e tratamento de água no semiárido nordestino

Silva, Beatriz Cavalcante da

Titre : Usos potenciais de moringa oleifera lam., uma matriz para produção de biodiesel e tratamento de água no semiárido nordestino

Auteur : Silva, Beatriz Cavalcante da

Université de soutenance : Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Grade : Mestrado em Meio Ambiente, Cultura e Desenvolvimento (2012)

Résumé
A crise ambiental que vivenciamos hoje exige que transformemos as relações entre sociedade, natureza e desenvolvimento, considerando a sustentabilidade. Nesse contexto, um dos principais temas é a substituição de combustíveis fósseis por biocombustíveis, como o biodiesel. Uma potencial oleaginosa a ser utilizada como matriz para produção de biodiesel é Moringa oleifera Lam. (moringa), um vegetal de múltiplos usos que também pode ser utilizado para tratamento de água. Assim, os objetivos deste trabalho foram : analisar as adaptações anatômicas de caule e folha e as reservas oleíferas da semente de moringa, investigar características químicas do óleo da semente de moringa, considerando a produção de biodiesel, e avaliar a função coagulante dessas sementes no tratamento de água. Foram confeccionadas lâminas histológicas semipermanentes, nas quais observou-se que o caule apresenta cutícula espessa, estômatos abaixo da linha da epiderme, medula oca, drusas e tricomas tectores como adaptações às condições edafoclimáticas em que a espécie está inserida, enquanto a folha é dorsivental e possui cutícula espessa, tricomas tectores e drusas. A semente, por sua vez, possui reservas oleíferas abundantes. Essas características favorecem o cultivo da moringa como matriz para produção de biodiesel no semiárido nordestino. A avaliação química foi realizada por meio de extração do óleo com solvente via agitação mecânica e análise do óleo em espectrofotômetro UV-Visível. Foi feita a transesterificação do óleo, com análise do biodiesel gerado por cromatografia gasosa. Obteve-se bom rendimento de óleo e biodiesel de boa qualidade. Para avaliação da atividade coagulante das sementes, foram realizados ensaios de coagulação e floculação em jarteste, nos quais foi aplicado um extrato de sementes de moringa na água a ser tratada. As sementes se mostraram eficientes no processo de coagulação para tratamento de água, podendo ser utilizadas diretamente em sistemas rudimentares de tratamento ou servindo como matéria-prima para a extração de proteínas coagulantes a serem utilizadas em larga escala, como alternativas aos coagulantes tradicionais. Conclui-se que M. oleifera possui características que favorecem sua utilização para as funções associadas de produção de biodiesel e tratamento de água

Mots clés : Moringa oleifera lam ;Biodiesel ;Anatomia vegetal ;Química de óleo vegetal ; Coagulante natural ; Moringa oleifera Lam ; Biodiesel ; Vegetal anatomy ; Seed oil chemical characteristics ; Natural coagulant

Présentation

Version intégrale (0,89 Mb)

Page publiée le 6 janvier 2015, mise à jour le 25 mars 2019