Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO MULTICRITÉRIO DA VULNERABILIDADE À DESERTIFICAÇÃO NO SEMIÁRIDO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (2014)

METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO MULTICRITÉRIO DA VULNERABILIDADE À DESERTIFICAÇÃO NO SEMIÁRIDO

Araújo, Flávia Telis de Vilela

Titre : METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO MULTICRITÉRIO DA VULNERABILIDADE À DESERTIFICAÇÃO NO SEMIÁRIDO

Methodology of multicriteria evaluation of vulnerability to desertification in semiarid

Auteur : Araújo, Flávia Telis de Vilela

Université de soutenance : UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

Grade : Doutor em Engenharia Civil 2014

Résumé
Este trabalho tem por objetivo construir uma metodologia de apoio multicritério à decisão (AMD) para estimar a vulnerabilidade à desertificação no Semiárido brasileiro, em função das pressões antrópicas relacionadas à exploração econômica da Região. A desertificação, compreendida como um fenômeno resultante da degradação ambiental crítica em regiões de clima árido, semiárido e subúmido seco, contribui para o aumento da vulnerabilidade local, em uma situação que foi definida como Equilíbrio de Baixo Nível. Foram selecionadas as atividades econômicas de maior representatividade : agricultura de sequeiro e irrigada, pecuária, exploração de recursos florestais, mineração, agroindústria e exploração de recursos hídricos, e estimados os impactos ambientais relacionados ao aumento da vulnerabilidade à desertificação. Os critérios selecionados para a avaliação dos impactos constituíram-se de bióticos, abióticos e antrópicos, inseridos em uma matriz de decisão. Na avaliação de impactos foram consultados especialistas (decision makers), que atribuíram valores conforme suas preferências, a fim de utilizar-se a Teoria da Utilidade Multiatributo (MAUT) e modelar as funções para estimativa do risco, em planilhas do Excel. Foram considerados cenários de baixa e alta vulnerabilidade natural à desertificação, e a presença, ou não, de medidas mitigadoras ao desenvolvimento das atividades econômicas. A metodologia mostrou-se de simples aplicação, podendo ser utilizada em outras avaliações ambientais. Os resultados da avaliação validaram a metodologia proposta. Para minimizar a vulnerabilidade à desertificação foram estudadas medidas de adaptação, combate e mitigação, objetivando o aumento da resiliência dos sistemas ambientais, a fim de reduzir a vulnerabilidade ao fenômeno da desertificação.

This work aims to construct a methodology for multicriteria decision support (AMD) to estimate vulnerability to desertification in the Brazilian semiarid region, depending on anthropogenic pressures related to economic exploitation of the region. Desertification, understood as a phenomenon resulting from the critical areas of environmental degradation in arid, semi-arid and dry sub-humid climate, contributes to increasing local vulnerability, a situation which was defined as low-level equilibrium. Rainfed and irrigated, livestock, exploitation of forest resources, mining, agribusiness and exploitation of water resources, and estimated the environmental impacts related to increased vulnerability to desertification agriculture : the economic activities most representative were selected. Selected for the assessment of impacts criteria consisted of biotic, abiotic and anthropogenic, inserted into a decision matrix. In the impact assessment experts (decision makers), who attributed values ​​based on your preferences in order to use up the multi-attribute utility theory (MAUT) and modeling functions for risk estimation in Excel spreadsheets were consulted. Scenarios were considered low and high natural vulnerability to desertification, and the presence or absence of mitigating the development of economic activities measured. The methodology was simple to apply and can be used in other environmental assessments. The evaluation results validated the proposed methodology. To minimize the vulnerability to desertification measures of adaptation, mitigation and combat were studied, aiming to increase the resilience of environmental systems in order to reduce vulnerability to the phenomenon of desertification.

Présentation

Version intégrale

Page publiée le 10 décembre 2015, mise à jour le 11 mars 2019