Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → Dinâmica de água no solo e eficiência do uso de água em clones de palma forrageira no semiárido pernambucano

Universidade Federal Rural de Pernambuco (2013)

Dinâmica de água no solo e eficiência do uso de água em clones de palma forrageira no semiárido pernambucano

Torres de Araújo Primo Jorge

Titre : Dinâmica de água no solo e eficiência do uso de água em clones de palma forrageira no semiárido pernambucano.

Auteur : Torres de Araújo Primo Jorge

Université de soutenance : Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRP)

Grade : Mestre em Producao Vegetal 2013

Résumé
Objetivou-se comparar a dinâmica de água no solo, a evapotranspiração e os indicadores de eficiência do uso de água e de nutrientes de clones de palma forrageira, resistentes à cochonilha do Carmim, durante o ciclo produtivo em sequeiro, nas condições edafoclimáticas do Semiárido brasileiro. Para isso, foram monitorados dados do conteúdo de água no solo, meteorológicos e biométricos ao longo do tempo, e de biomassa e nutrientes no final do ciclo da cultura. Foram quantificados os componentes do balanço de água no solo nos tratamentos experimentais (IPA-200205/IPA-Sertânia do gênero Nopalea ; IPA-100004/Miúda do gênero Nopalea ; e, IPA-200016/Orelha de elefante Mexicana do gênero Opuntia), utilizando os dados de uma sonda capacitiva e as propriedades físico-hídricas do solo, obtendo-se por resíduo a evapotranspiração real da cultura (ETr) e, em seguida, a fração evaporativa (FE). As medidas biométricas foram utilizadas para analisar o crescimento dos clones avaliados. Além disso, determinou-se as características químico-bromatológicas dos clones. Por meio dos dados de biomassa, nutrientes, precipitação pluviométrica e ETr foram determinados os seguintes indicadores : produtividade da água da cultura, produtividade econômica da água e a eficiência do uso de nutrientes. As variáveis foram submetidas à análise de variância e quando observada diferença significativa realizou-se comparação por meio do teste de médias de Tukey. Nas condições de sequeiro, o armazenamento de água no solo variou em função dos eventos de precipitação (P) e da capacidade de extração de água dos clones. A ETr acumulada e os demais componentes do balanço de água no solo cultivado com os três clones de palma forrageira não apresentaram diferenças significativas (P < 0,05), apenas durante alguns períodos representativos do ciclo. As taxas diárias médias de ETr foram na ordem de 2,220,20 mm dia-1, enquanto que a fração evaporativa foi de 0,470,05. A Orelha de Elefante Mexicana apresentou-se como o clone mais eficiente para o Semiárido brasileiro, em termos de ETr (11,21 kg MV m-3) e de P (10,48 kg MV m-3). A Miúda pode ser classificada, entre as avaliadas, como o clone menos eficiente. Não se verificaram diferenças significativas em termos de composição químico-bromatológica dos cladódios, de produtividade econômica da água e da eficiência do uso de nutrientes, com exceção da eficiência do uso do elemento magnésio com base na ETr, que foi maior para a Orelha de Elefante Mexicana (11,14 g Mg m-3) e IPA Sertânia (7,74 g Mg m-3), e do elemento sódio com base na P, que foi superior nos clones Orelha de Elefante Mexicana (485,43 mg Na m-3) e Miúda (338,36 g Na m-3

Mots Clés : Requerimento hídrico ; Opuntia sp. ; Nopalea sp. ; Cochonilha do Carmim ; Carmine cochineal ; Water requirement

Présentation

Version intégrale

Page publiée le 9 janvier 2016, mise à jour le 24 juillet 2017