Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → Zoneamento agroclimático para a cultura do pinhão- manso (Jathopra curcas L.) no Estado de Pernambuco

Universidade Federal Rural do Pernambuco (2011)

Zoneamento agroclimático para a cultura do pinhão- manso (Jathopra curcas L.) no Estado de Pernambuco

POSSAS, José Marcelo Cordeiro

Titre : Zoneamento agroclimático para a cultura do pinhão- manso (Jathopra curcas L.) no Estado de Pernambuco

Agroclimatic zoning for jatropha crop (Jathopra curcas L.) in Pernambuco State.

Auteur : POSSAS, José Marcelo Cordeiro

Université de soutenance : Universidade Federal Rural do Pernambuco

Grade  : Mestre em Engenharia Agricola 2011

Résumé
No presente trabalho procurou-se realizar o zoneamento agroclimático do pinhãomanso (Jathopra curcas L.) em Pernambuco. Para isso, foram utilizados dados climáticos de temperatura do ar média e precipitação pluviométrica de 146 postos, sendo 73 com série histórica de dados acima de 30 anos e outros 73 com série abaixo de 30 anos, porém, maior que 20 anos de observações. A escolha do pinhãomanso foi motivada pelo potencial desta cultura como fonte de energia renovável em substituição aos combustíveis fósseis, bem como pela sua rusticidade, sendo uma nova opção para regiões de clima semi-árido, como ocorre em grande parte da região Nordeste. A escolha da região de estudo está relacionada à variabilidade climática apresentada por esse Estado e ao potencial que a referida cultura tem em se desenvolver em regiões onde há pouca chuva. Caracterizou-se também o clima do Estado através do índice de umidade (Iu) de Thornthwaite gerado a partir das variáveis do Balanço Hídrico Climatológico de Thornthwaite e Mather (1955). Os resultados demonstraram que Pernambuco apresenta, pelo menos, sete tipos de clima, desde árido ao úmido. Quanto ao zoneamento, as localidades foram classificadas de acordo com as exigências climáticas da cultura em aptas, restrita por deficiência hídrica e inaptas. De acordo com o estudo, o Estado de Pernambuco apresentou 14,92 % de áreas aptas ao cultivo do pinhão-manso, 44,26 % de áreas restritas por deficiência hídrica e 40,82 % de áreas inaptas.

In this study, we tried to make the agroclimatic zoning of jatropha (Jathopra curcas L.) in Pernambuco. For this, we used climate data of mean air temperature and rainfall of 146 stations, being 73 with historical data series over 30 years and other 73 with series less than 30 years,however, more than 20 years of observations. The choice of jatropha was motivated by its potential as a renewable energy source to replace fossil fuels, as well as for its hardiness, being a new option for semi-arid climate regions, as takes place in much of the Northeast region. The choice of the study area is related to climate variability shown by this state and the potential that this culture has to develop in regions where there is little rain. It was also characterized the climate type of Pernambuco State through moisture index (mi) of Thornthwaite, generated from variables of Climatic Water Balance of Thornthwaite and Mather (1955). The results showed that Pernambuco has at least seven different climate types, from arid to humid. Localities were classified according to the climatic requirements of the culture into suitble, constrained by water stress and unfit. According to this study, Pernambuco state showed 14.92% of suitable areas for cultivation of jatropha, 44.26% of constrained areas by water stress and 40.82% of unsuitable areas.

Mots clés  : Balanço hídrico ; Aptidão climática ; Biocombustíveis ; Classificação climática ; Evapotranspiração ; Pinhão-manso ; Climate aptitude ; Water balance ; Biofuels ; Climate classification ; Evapotranspiration

Présentation

Version intégrale (1,2 Mb)

Page publiée le 11 décembre 2015, mise à jour le 21 février 2019