Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2013 → Seleção de genótipos de Pennisetum sp. nas condições do semiárido Pernambucano

Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRP) 2013

Seleção de genótipos de Pennisetum sp. nas condições do semiárido Pernambucano

PITA, Eduardo Bruno Afonso Ferreira

Titre : Seleção de genótipos de Pennisetum sp. nas condições do semiárido Pernambucano.

Auteur : PITA, Eduardo Bruno Afonso Ferreira

Université de soutenance : Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRP)

Grade : Mestre em Zootecnia 2013

Résumé
Objetivou-se com esse trabalho selecionar genótipos de Pennisetum sp. com base na sobrevivência e realizar a caracterização agronômico-bromatológico no município de Serra Talhada, região semiárida de Pernambuco. O experimento foi implantado em 2011, na Estação Experimental Lauro Ramos Bezerra, pertencente ao Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), adotando-se o delineamento em blocos ao acaso, com quatro repetições. Os clones/tratamentos foram representados por 38 genótipos de Pennisetum sp., sendo 27 híbridos interespecíficos de capim-elefante (P. purpureum Schum.) cruzado com o milheto (P. glaucum L. R. Br.) gerados em 2009, sete cultivares de capim-elefante (Taiwan A-146, Taiwan A-25, Mercker SEA, Cuba 116, Elefante Roxo, Elefante B e Napier 472-76), dois cultivares comerciais (Cameroon e o Mineirão) e dois híbridos interespecíficos de capim-elefante com milheto oriundos da unidade do IPA de Itambé-PE (Seleção Itambé-2006 e o Natural Itambé). Dez variáveis agronômico-bromatológicas foram avaliadas em três ciclos compreendidos entre os meses de fevereiro de 2011 a março de 2012, sendo o primeiro corte realizado aos 60 dias e os demais com 105 dias, devido a estação seca. Dos 38 genótipos, oito cultivares de capim-elefante (Elefante Roxo, Taiwan A-146, Cuba 116, Taiwan A-25, Napier 472-76, Elefante B, Mineirão e o Cameroon) e oito híbridos interespecíficos (ST-20A, ST-36A, ST-42, ST-45A, ST-51, Seleção Itambé-2006 e Natural Itambé) foram selecionados. Os cultivares apresentou maior capacidade de sobrevivência frente aos híbridos nas condições de Serra Talhada, porém alguns híbridos se mostraram sobreviventes, revelando teores de matéria seca elevada e valores de produção expressivos, destacando-se o ST-36A, ST-42 e o ST-47A, que apresentaram 6,6 ; 4,2 e 5,5 t de MS/ha e teores de MS de 24,46 %, 25,95 % e 23,15 % na média dos três cortes, respectivamente.

Mots Clés : Híbrido interespecífico Melhoramento genético Pennisetum purpureum Pennisetum glaucum Interspecific hybrid Genetic improvement

Présentation

Version intégrale (0,57 Mb)

Page publiée le 29 août 2017, mise à jour le 21 février 2019