Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2013 → Aspectos bioecológicos e populacionais de Tetranychus bastosi (acari : tetranychidae) em pinhão manso no semiárido pernambucano

Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRP) 2013

Aspectos bioecológicos e populacionais de Tetranychus bastosi (acari : tetranychidae) em pinhão manso no semiárido pernambucano

BARROS, Ana Marcela Ferreira

Titre : Aspectos bioecológicos e populacionais de Tetranychus bastosi (acari : tetranychidae) em pinhão manso no semiárido pernambucano.

Auteur : BARROS, Ana Marcela Ferreira

Université de soutenance : Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRP)

Grade : Mestre 2013

Résumé
A matéria-prima que integra a cadeia produtiva do biodiesel pode ser obtida a partir de diferentes oleaginosas (óleos vegetais), e dentre as culturas para essa aplicabilidade, destaca-se o pinhão manso - cultura que vem sendo difundida pelas suas características agronômicas e produtivas. Diversos artrópodes-praga têm sido encontrados associados ao pinhão manso no Brasil e vêm comprometendo o sucesso produtivo dessa cultura, dentre eles o ácaro Tetranychus bastosi. Diante disso, o objetivo desse estudo foi realizar o levantamento e distribuição da acarofauna associada a acessos de pinhão manso Jatropha curcas em banco de germoplasma no semiárido pernambucano e avaliar a influência desses acessos sobre os parâmetros biológicos, o crescimento populacional e o sucesso reprodutivo do ácaro T. bastosi (Acari : Tetranychidae). Não houve diferença entre os acessos estudados para as fases de desenvolvimento e demais parâmetros do ciclo biológico. No entanto, em relação aos parâmetros da tabela de vida, com exceção da taxa líquida de reprodução (Ro) e tempo médio de uma geração em dias (T), todos os demais diferiram entre os acessos. A taxa intrínseca de crescimento (rm), taxa finita de aumento (λ) foram menores para os acessos 04 e 17 e, maior no acesso 11. O tempo necessário para dobrar a população inicial (Td), foram maiores para o acesso 04, valores que diferiram do acesso 11. Com a taxa instantânea de crescimento da população (ri), o acesso 04 seguido dos acessos 17 e 18, proporcionaram os menores crescimentos da população. Assim, têm-se os acessos 04 e 17 como os menos favoráveis ao desenvolvimento, crescimento e sucesso reprodutivo da população de T. bastosi e o acesso 11, mais suscetível. Diante disso reforça-se a importância de se conhecer as características dessas plantas hospedeiras (acessos) e de como as mesmas atuam sobre esses ácaros-praga, visando o desenvolvimento de estratégias de controle.

Mots Clés : Acari Tetranychidae Biodiesel Jatropha curcas L. Oleaginosa Tabela de vida Oilseed Life table

Présentation

Version intégrale (0,67 Mb)

Page publiée le 29 août 2017, mise à jour le 21 février 2019