Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2009 → Clima e arquitetura habitacional em Alagoas : estratégias bioclimáticas para Maceió, Palmeira dos Índios e Pão de Açúcar.

Universidade Federal de Alagoas (UFAL) 2009

Clima e arquitetura habitacional em Alagoas : estratégias bioclimáticas para Maceió, Palmeira dos Índios e Pão de Açúcar.

Passos, Isabela Cristina da Silva

Titre : Clima e arquitetura habitacional em Alagoas : estratégias bioclimáticas para Maceió, Palmeira dos Índios e Pão de Açúcar.

Climate and architecture in Alagoas : bioclimatic design strategies in Maceió, Palmeira dos Índios and Pão de Açúcar.

Auteur : Passos, Isabela Cristina da Silva

Université de soutenance : Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Grade : Mestrado em Dinâmicas do Espaço Habitado 2009

Résumé
No Brasil, a escassez de dados meteorológicos ainda é um desafio e em conseqüência disto, muitas vezes, o clima é desconsiderado ou adotado de maneira generalista na prática arquitetônica. Diante disto, o presente trabalho discute estratégias bioclimáticas para habitação nas cidades de Maceió, Palmeira dos Índios e Pão de Açúcar, localizadas nas diferentes Mesorregiões Geográficas do Estado de Alagoas, de forma que se adaptem ao clima local, visando conforto térmico, eficiência energética e sustentabilidade do espaço habitado. Os procedimentos metodológicos adotados foram : escolha das cidades ; pesquisa de campo ; tratamento e análise de dados meteorológicos e discussão das recomendações de projeto. Foram utilizados dados meteorológicos de um período de aproximadamente dez anos, obtidos junto ao INMET (Instituo Nacional de Meteorologia), tratados através de análise estatística e das metodologias de Ano Climático de Referência e Dia Típico de Projeto. Os resultados mostraram que, existem diferenças climáticas entre as cidades, em especial quanto à amplitude térmica anual, precipitação e direção dos ventos. As principais estratégias bioclimáticas recomendadas para as cidades foram : sombreamento, ventilação e proteção contra as chuvas para Maceió ; sombreamento, ventilação, proteção contra as chuvas e massa térmica para resfriamento em ambientes de uso diurno para Palmeira dos Índios e sombreamento, ventilação, massa térmica para resfriamento em ambientes de uso diurno e resfriamento evaporativo para Pão de Açúcar. Além disto, foram identificadas contradições entre as recomendações feitas pela NBR 15.220-3 para as cidades e os dados analisados.

In Brazil, the lack of meteorological data is an issue in order to apply a bioclimatic approach for building design. As one of the consequences, designers frequently apply general climate data from one region to another rather than specific data for design strategies purposes. However, this general climate data not necessarily represent accurately microclimatic conditions for different cities even when they are part of the same region. Facing this, this work discusses design strategies for bioclimatic housing in Maceió, Palmeira dos Índios and Pão de Açúcar, located in different geographical mesoregions in Alagoas, in order to adapt to local climate, to thermal comfort, energy efficiency and sustainability of the living space. The methodological steps were : choice of cities, field research, meteorological data evaluation and buildings design recommendations discussion. Meteorological data for approximately ten years was used, obtained from INMET (National Institute of Meteorology) and processed by statistical analysis and the methods of Test Reference Year (TRY) and Project Typical Day. The results showed that there are differences between the cities, especially about annual temperature range, precipitation and direction of winds. The main bioclimatic strategies recommended were : shading, ventilation and protection from rain for Maceió ; shading, ventilation, protection from rain and high-mass in daily use rooms for Palmeira dos Índios and shading, ventilation, high-mass in daily use rooms and evaporative cooling for Pão de Açúcar. Besides that, inconsistencies between the recommendations made by the NBR 15220-3 for cities and the data analyzed were found.

Mots Clés : Applied climatology Meteorological data Bioclimatic design strategies Alagoas Climatologia aplicada Dados meteorológicos Estratégias bioclimáticas Alagoas

Présentation

Version intégrale (5,39 Mb)

Page publiée le 11 août 2017, mise à jour le 26 février 2019