Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2018 → Percepção de agricultores do agreste brasileiro sobre os efeitos da cisterna calçadão em suas vidas

Universidade Federal de Sergipe (2018)

Percepção de agricultores do agreste brasileiro sobre os efeitos da cisterna calçadão em suas vidas

SILVA, Tatiana Canuto.

Titre : Percepção de agricultores do agreste brasileiro sobre os efeitos da cisterna calçadão em suas vidas

Perception of brazilian wild farmers on the effects of the cistern boardwalk in their lives

Auteur : SILVA, Tatiana Canuto.

Université de soutenance : Universidade Federal de Sergipe

Grade : Mestrado em Ciências da Nutrição 2018

Résumé
As condições de Segurança Alimentar e Nutricional de uma população estão intimamente relacionadas com o acesso à água. Pesquisas têm mostrado que políticas promotoras de acessibilidade a água influenciam positivamente nas condições de vida das famílias beneficiárias. Igualmente, já é reconhecido cientificamente que a Insegurança Alimentar é mais presente no meio rural quando comparado ao meio urbano. No entanto, é pequeno o número de pesquisas sobre a percepção dos beneficiários dos programas sociais. Esse estudo teve como objetivo conhecer a percepção dos agricultores beneficiários das Cisternas Calçadão sobre o efeito desses equipamentos em suas vidas, com enfoque na situação de Segurança Alimentar e Nutricional do domicílio. Foi realizado um estudo longitudinal, de caráter qualiquantitativo, com famílias de dois municípios do Agreste alagoano : Igaci-AL e Craíbas-AL nos anos de 2013 e 2016. A amostra dos domicílios foi realizada por conveniência, considerando parâmetros recomendados pela Embrapa Tabuleiros Costeiros, instituição parceira na pesquisa, sendo critério de inclusão ser beneficiário das Cisternas Calçadão. Para ambos os anos foram aplicados questionários.Em 2013 o questionário incluía informações socioeconômicas, demográficas, além de situação do domicílio, acesso à água, condições de saúde dos moradores, produção agrícola familiar e renda já em 2016além das informações contidas no questionário de 2013, o instrumento continha questões referentes às condições após a implantação das Cisternas e contou ainda com a análise da percepção dos agricultores, por meio da Técnica de Livre Evocação.O instrumento foi elaborado especificamente para este fim, subsidiado pelo questionário da PNAD (BRASIL, 2009). O estado nutricional foi avaliado por meio da aferição do peso e da estatura e circunferência da cintura. O diagnóstico foi realizado utilizando os pontos de corte preconizados pelo Ministério da Saúde. Foram utilizados marcadores de consumo alimentar do Ministério da Saúde.Adicionalmente, foi aplicada a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar e Nutricional e foram realizados três grupos focais objetivando conhecer a percepção dos chefes de família. Este estudo compõe um estudo mais amplo conduzido pela Embrapa Tabuleiros Costeiros, de Sergipe, e foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Sergipe. Foram avaliadas 109 pessoas de 29 famílias. O estudo mostrou elevada prevalência de excesso de peso e risco elevado para doenças cardiovasculares, além da reduzida ingestão de frutas. Os resultados revelaram baixa renda das famílias, além de baixa escolaridade dos seus chefes. As cisternas caracterizaram-se como principal fonte de abastecimento de água e a plantação na roça como principal atividade exercida. Diante das informações foi observado que a Insegurança Alimentar é um problema presente nessas famílias. Apesar disso, pode-se destacar a percepção bastante positiva por parte das famíliasno que se refere à SAN, à mudanças na vida após a implantação da tecnologia social.As mudanças elencadas estão relacionadas a produção de alimentos, alimentação saudável e saúde, condições de vida, criação de animais e até geração de renda de renda através da venda do que foi produzido/criado. À percepção sobre como era a vida antes da Cisterna Calçadão aponta para categorias como consumo limitado de alimentos in natura,dificuldades para armazenamento e diversas barreiras encontradas no dia-dia. Destaca-se a importância de programas de acesso à água voltados para a promoção de produção de alimentos e criação de pequenos animais, dentro de políticas públicas para garantia da SAN, associados à Educação Alimentar e Nutricional na vida desses beneficiários e a presença de assistência técnica para orientar essas famílias

Mots Clés  : Segurança alimentar Nutrição Segurança nutricional Cisternas Percepção Pesquisa qualitativa Política pública Food security Nutrition security Cisterns Perception Qualitative research Public policy

Présentation

Version intégrale (1,29 Mb)

Page publiée le 6 juin 2019