Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Atributos de solo sob revegetação no semiárido brasileiro e extração de elementos pelas plantas

Universidade Federal Rural de Pernambuco (URFPE) 2018

Atributos de solo sob revegetação no semiárido brasileiro e extração de elementos pelas plantas

LEITE, Maria Camila de Barros Silva

Titre : Atributos de solo sob revegetação no semiárido brasileiro e extração de elementos pelas plantas

Auteur : LEITE, Maria Camila de Barros Silva

Université de soutenance : Universidade Federal Rural de Pernambuco (URFPE)

Grade : Doutorado em Ciência do Solo 2018

Résumé
A busca por alternativas para a recuperação de solos degradados é constante. A restauração de seus atributos é essencial para a manutenção dos serviços ecossistêmicos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da revegetação sobre atributos físicos, químicos e biológicos de um solo degradado no Semiárido do Nordeste brasileiro, nas estações seca e chuvosa ; bem como analisar a microbiota a ele associada e a extração de elementos pelas diferentes espécies vegetais. Para tanto, um experimento foi instalado em campo em novembro de 2013. A área experimental foi cercada e dividida em quatro blocos, com oito tratamentos : 1) testemunha (sem cultivo de plantas) ; 2) plantas de Atriplex ; 3) plantas de Sabiá ; 4) plantas de Leucena ; 5) plantas de Nim ; 6) consórcio Atriplex e Sabiá ; 7) consórcio Atriplex e Nim ; 8) consórcio Atriplex e Leucena. Foram realizadas duas avaliações no experimento, a primeira ao final do período seco (Novembro/2015), 24 meses após o transplantio, e a segunda ao final do período chuvoso (Maio/2016), aos 30 meses. As coletas foram realizadas em três camadas, 0-10, 10-30 e 30-60 cm, sendo realizada a caracterização física, por meio da composição granulométrica e densidade de partículas, e analisados atributos físicos (argila dispersa em água – ADA, grau de floculação, densidade do solo e condutividade hidráulica saturada – Ksat) e atributos químicos (pH em água, cátions trocáveis, capacidade de troca catiônica – CTC, carbono orgânico total – COT, nitrogênio total – N, relação C/N, pH e condutividade elétrica da pasta de saturação, e cátions solúveis). Os atributos biológicos foram avaliados na camada superficial, sendo eles o pH rizosférico, respiração basal do solo – RBS, carbono da biomassa microbiana – CBM, quociente metabólico – qCO2 e quociente microbiano – qMIC. Também foi avaliada a presença de fungos micorrízicos arbusculares (FMA), por meio da densidade de glomerosporos, colonização micorrízica e quantificação da glomalina. A estrutura da comunidade microbiana do solo foi analisada pela técnica fatty acid methyl ester (FAMEs). Na estação chuvosa, as plantas foram coletadas para a análises de Na, K, Ca, Mg, Cl, P e N no tecido vegetal. Os resultados deste trabalho indicam que as espécies vegetais foram eficientes na melhoria de atributos do solo degradado, devido à redução no teor de ADA e aumento no grau de floculação, bem como diminuição na densidade do solo e aumento na condutividade hidráulica em meio saturado (Ksat). As espécies vegetais também aumentaram o teor de COT no solo e o CBM. Na estação chuvosa, a RBS e o qCO2 foram menores na área cultivada, comparada à área testemunha. Em geral, a densidade de esporos de FMA e a colonização micorrízica foram maiores na área cultivada. Confirmou-se a formação de associação micorrízica em Atriplex nummularia (Chenopodiaceae), com taxas superiores a 50%. A estação chuvosa e ambos os cultivos, isolado ou consórcio, influenciaram positivamente diversos atributos do solo. Com relação à extração de sódio e cloro, o cultivo isolado ou consorciado não influenciou o potencial fitoextrator da Atriplex. E o consórcio de Atriplex com Nim foi mais eficiente na extração de K, Ca, Mg, P e N.

Présentation

Version intégrale (2,1 Mb)

Page publiée le 13 février 2020