Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2017 → Desempenho da palma forrageira em segundo ciclo sob irrigação complementar com esgoto doméstico tratado nas condições semiáridas

Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) 2017

Desempenho da palma forrageira em segundo ciclo sob irrigação complementar com esgoto doméstico tratado nas condições semiáridas

Azevedo Junior, Manoel Simões de

Titre : Desempenho da palma forrageira em segundo ciclo sob irrigação complementar com esgoto doméstico tratado nas condições semiáridas

Auteur : Azevedo Junior, Manoel Simões de

Université de soutenance : Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA)

Grade : Mestrado em Manejo de Solo e Agua 2017

Résumé
Devido à limitada oferta de água para a agricultura no semiárido nordestino é necessário utilizar tecnologias de aproveitamento dos recursos hídricos mais eficientes e apropriadas, como o reuso das águas para irrigação e o cultivo de plantas que produzam em situações de pouca oferta hídrica, a exemplo da palma forrageira. Nesse contexto, objetivou-se verificar o desempenho da palma forrageira orelha-de-elefante (Opuntia sp) sob irrigação complementar com esgoto doméstico tratado no seu segundo ciclo. O experimento foi realizado no Assentamento Milagre, município de Apodi/RN, no período de junho/2016 a fevereiro/2017. Foram estudados cinco tratamentos, sendo quatro frequências de irrigação (2,3 ; 7 ; 14 e 21 dias), para aplicar uma lâmina de 3,5 mm de efluente, e a testemunha, sem irrigação. Utilizou-se o delineamento de blocos casualizados com quatro repetições. A água de esgoto doméstico após passar pelo tratamento preliminar-primário apresentou características químicas e biológicas aceitáveis para a fertirrigação nas condições utilizadas no cultivo da palma. Após 234 dias do corte realizado na palma, foram feitas medições das características morfométricas : altura de planta, comprimento, largura, perímetro, espessura e número de cladódios primário e secundário. As plantas dos tratamentos irrigados com o efluente apresentaram resultados estatisticamente superiores as cultivadas sem irrigação nas características : número de cladódios secundários, altura de plantas, comprimento e perímetro dos cladódios. As características químicas do solo na camada de 0-20 cm após 234 dias de fertirrigação com o efluente apresentaram condições favoráveis à continuação do cultivo da palma. Os tratamentos submetidos às maiores frequências de irrigação apresentaram uma pequena tendência à acidificação e um pequeno aumento da CE. O PST ficou no nível normal para a maioria dos tratamentos e apenas a fertirrigação de 2,3 dias apresentou nível solódico. Os níveis de SB, CTC, V, K, Ca, Mg e P apresentaram pequenas variações entre os tratamentos, com classificação de médio, bom e muito bom. A extração/exportação dos nutrientes N, P, Na, Fe e Zn não apresentou diferença significativa entre os tratamentos, ocorrendo diferença significativa na extração/exportação do Ca, Mg, K, Cu e Mn. As quantidades de massa verde e seca foram maiores nos tratamentos fertirrigados, aumentando seus valores à medida que intensificava-se a frequência de irrigação. O tratamento do esgoto doméstico feito pela ETE foi eficiente, favorecendo a fertirrigação da palma forrageira

Due to the limited supply of water for agriculture in the northeastern semi-arid region, it is necessary to use more efficient and appropriate technologies for the use of water resources, such as the reuse of water for irrigation and the cultivation of plants that produce in situations of low water supply, forage palm In this context, it was verified the performance of elephant ear palm (Opuntia sp) under complementary irrigation with domestic sewage treated in its second cycle. The experiment was carried out in the settlement Miracle, Apodi / RN, from June / 2016 to February / 2017. Five treatments, four irrigation frequencies (2.3, 7, 14 and 21 days) were used to apply a 3.5 mm effluent blade, and the control, without irrigation. A randomized complete block design with four replicates was used. Domestic sewage water after primary-primary treatment presented acceptable chemical and biological characteristics for fertigation under the conditions used in palm cultivation. After 234 days of the palm cut, measurements were made of the morphometric characteristics : plant height, length, width, perimeter, thickness and number of primary and secondary cladodes. The plants of the treatments irrigated with the effluent presented statistically superior results those cultivated without irrigation in the characteristics : number of secondary cladodes, height of plants, length and perimeter of the cladodes. The chemical characteristics of the soil in the 0-20 cm layer after 234 days of fertirrigation with the effluent presented favorable conditions for the continued cultivation of the palm. The treatments submitted to the highest irrigation frequencies showed a slight tendency to acidification and a small increase in EC. The PST remained at the normal level for most treatments and only the 2.3 day fertirrigation presented solubic level. The levels of SB, CTC, V, K, Ca, Mg and P showed small variations among the treatments, with average, good and very good. Extraction / export of N, P, Na, Fe and Zn nutrients showed no significant difference between treatments, with significant difference in Ca / Mg, K, Cu and Mn extraction / export. The amounts of green and dry mass were higher in the fertigation treatments, increasing their values as the frequency of irrigation intensified. The treatment of domestic sewage by TEE was efficient, favoring the fertirrigation of the forage palm

Présentation

Version intégrale (1,5 Mb)

Page publiée le 3 juin 2019