Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Sustentabilidade hídrica e qualidade das águas : avaliação das estratégicas de convivência com o semi-árido

Universidade Federal de Pernambuco (2009)

Sustentabilidade hídrica e qualidade das águas : avaliação das estratégicas de convivência com o semi-árido

Costa, Margarida Regueira da

Titre : Sustentabilidade hídrica e qualidade das águas : avaliação das estratégicas de convivência com o semi-árido

Auteur : Costa, Margarida Regueira da

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Doutorado - Engenharia Civil 2009

Résumé
A presente pesquisa tem por objetivo avaliar as formas de abastecimento de água na região semiárida brasileira, com ênfase ao estado de Pernambuco, considerando quatro visões : a visão técnica, onde se discutem potencialidades e dificuldades do abastecimento convencional e do emprego de tecnologias apropriadas ; a visão antropológica, relacionada à aceitação da população como uma condição essencial ao sucesso do empreendimento ; a terceira visão abordará os aspectos de saúde pública, com indicadores de redução de doenças de veiculação hídrica nos estudos de caso abordados ; por fim, a quarta visão se refere à gestão, tanto dos recursos hídricos da região, de forma mais abrangente, com análise das políticas regionais de recursos hídricos, como a gestão dos empreendimentos, aí englobando a operação e manutenção das infraestruturas. No que se refere às políticas de água, são abordados e comparados diversos programas governamentais para os diferentes estados do Nordeste e discutidos seus acertos e falhas. Os demais aspectos são focados exclusivamente nos estudos de caso : o semiárido pernambucano, no que se refere aos reservatórios públicos de abastecimento de água e ao potencial e riscos de utilização de tecnologias apropriadas, a saber : cisternas rurais, dessalinizadores, barragens subterrâneas. No que se refere às questões antropológicas e de saúde pública, a análise é focada em localidades escolhidas : Mutuca, no município de Pesqueira ; Malhada no município de Arcoverde ; Umburanas, Cruzeiro do Nordeste e Moderna no município de Sertânia, Caveira e Roça Nova no município de Afrânio e Realém no município de Dormentes. Ao final do trabalho concluiu-se que a escassez hídrica na região estudada está de diversas formas, relacionada ao não aproveitamento de modo racional e objetivo dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos existentes, bem como a insuficiência da infraestrutura hídrica e, fundamentalmente, a ausência de gestão de forma sustentada

Mots Clés  : recursos hídricos do semiárido ; Sustentabilidade hídrica ; tecnologias apropriadas

Présentation

Version intégrale (7,1 Mb)

Page publiée le 14 janvier 2020