Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2006 → Avaliação de técnicas de conservação de água e solo em bacia experimental do Semi-Árido pernambucano

Universidade Federal Rural de Pernambuco (URFPE) 2006

Avaliação de técnicas de conservação de água e solo em bacia experimental do Semi-Árido pernambucano

SANTOS, Thaís Emanuelle Monteiro dos

Titre : Avaliação de técnicas de conservação de água e solo em bacia experimental do Semi-Árido pernambucano

Evaluation of techniques of water ans soil conservation in a experimental basin in the Pernambuco Semiarid

Auteur : SANTOS, Thaís Emanuelle Monteiro dos

Université de soutenance : Universidade Federal Rural de Pernambuco (URFPE)

Grade : Mestrado em Engenharia Agrícola 2006

Résumé
O solo é um dos recursos naturais mais intensamente utilizado na produção de alimentos, podendo ter sua capacidade produtiva comprometida pela erosão, em decorrência de seu uso e manejo inadequados. A erosão além de transportar partículas do solo, também transporta matéria orgânica, importante fator para disponibilidade de nutrientes às plantas. Neste sentido este trabalho teve como objetivo avaliar a influência de práticas conservacionistas nas perdas de solo e água por erosão hídrica, num Neossolo Flúvico do Semi-árido Pernambucano, com a finalidade de se obter uma recomendação de manejo simples e de baixo custo, para os agricultores, que seja eficaz na redução da erosão hídrica do solo. Para isto foram aplicadas chuvas simuladas com intensidades entre 54 e 60 mm/h sobre os seguintes tratamentos : feijoeiro em nível (N1) com barramentos de pedra entre cada fileira de plantio do feijoeiro, no espaçamento de 0,5 m ; feijoeiro cultivado em nível (N2) com barramentos de pedra no espaçamento 1,0 m ; feijoeiro cultivado morro abaixo (MA) ; feijoeiro em nível com cobertura morta (CM), onde a cobertura utilizada foi palha de feijão ; desmatada (D) e cobertura natural (N). As taxas erosivas foram calculadas a partir das coletas do material da enxurrada. Dentre os tratamentos avaliados, a coberturamorta permitiu, em média, redução de 86,91% nas perdas de solo, com valores próximos ao da condição ideal de cobertura, que é a condição natural. Os resultados do total de carbono orgânico perdido nos sedimentos das condições sem prática conservacionista revelaram quantidades significativas de carbono sendo transportadas para as partes mais baixas do terreno. As condições CM e CN apresentaram redução de 94,73 e de 98,70% em relação à parcela desmatada. Dentre as práticas conservacionistas estudadas, a cobertura morta apresentou maior redução da erosão do solo.

Présentation

Version intégrale (0,99 Mb)

Page publiée le 10 mars 2019