Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2015 → Efeitos de seca prolongada na diversidade beta de assembleias de peixes de um reservatório semiárido

Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) 2015

Efeitos de seca prolongada na diversidade beta de assembleias de peixes de um reservatório semiárido

PINHEIRO, Laura Amélia Pereira

Titre : Efeitos de seca prolongada na diversidade beta de assembleias de peixes de um reservatório semiárido

Prolonged drought effects on beta diversity of fish assemblages of a semiarid reservoir

Auteur : PINHEIRO, Laura Amélia Pereira

Université de soutenance : Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA)

Grade : Mestrado em Sanidade e Produção Animal 2015

Résumé
O reservatório de Santa Cruz sofreu a interferência na redução do nível de chuvas de 2010 a 2014, onde os valores de precipitação foram inferiores ao nível médio da região, variando de 473 mm a 0 mm, resultando na redução progressiva do volume do reservatório reduzindo assim de 94% em até 41,9%, com isso, o objetivo da pesquisa foi : (1) Testar o efeito da redução do nível de água do reservatório, ocasionado pela diminuição da pluviosidade, sobre a diversidade beta (2) Investigar padrões espaciais e temporais de diversidade beta das assembleias usando índices de dissimilaridade baseados em incidência (β-sor) e abundancia (β-bray) (3) Investigar a importância dos componentes de turnover (β-sim) e aninhamento (β-sne) nas dissimilaridades de Sorensen (4) Investigar a importância dos componentes de gradiente (β-gra) e balanço (β-bal) na dissimilaridade de Bray-Curtis (5) Avaliar as relações entre as medidas e componentes de dissimilaridade e os gradientes de seca (redução do volume da água e da chuva mensal) e longitudinal (gradiente barragem-rio), onde foram foram calculadas as dissimilaridade de Sorensen e assim particionada em componentes de turnorver e aninhamento, e também a dissimilaridade de Bray-Curtis particionada em componentes de balanço e gradiente. Para avaliar as correlações entre as matrizes de dissimilaridade e o gradiente barragem rio com os gradientes de seca, foi feitas regressões múltiplas em matrizes de distâncias. O valor médio da dissimilaridade de β-sor foi de 0,44± 0,15 variando de 0 à 1 .Os valores de β-sim explicou 56% de β-sor (p=0,001) enquanto o de β-sne 1,4% (p=0,01). O valor médio da dissimilaridade de Bray Curtis foi de 0,70± 0,17, variando de 0,09 à 1, O valor de β-bal explicou 12% (p=0,01), enquanto o valor de B-gra explicou 14% (p=0,01). A matriz β-sor foi correlacionada negativamente com a pluviosidade, no entanto a mesma foi correlacionada positivamente com o volume do reservatório. A matriz β-sim foi correlacionada negativamente com a pluviosidade e com o volume do reservatório, enquanto a mesma foi correlacionada positivamente com a distância dos pontos. A matriz β-sne foi correlacionada positivamente apenas com a matriz de distância dos pontos. A matriz β-bray foi correlacionada positivamente com a distância dos pontos e volume do reservatório. A matriz β-bal foi correlacionada negativamente com a distância dos pontos e com a pluviosidade, enquanto a mesma foi positivamente correlacionada com o volume do reservatório A matriz β-gra foi correlacionada positivamente com a distância. A presente pesquisa evidenciou que gradiente de seca altera o ecossistema de um reservatório tropical, principalmente por turnorver de espécies e gradiente de abundancia

Présentation

Version intégrale (0,72 Mb)

Page publiée le 13 mai 2019