Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Cultivo de sorgo sacarino no semiárido : produção, qualidade de fitomassa, etanol e sementes em função da variedade e arranjo espacial

Universidade Federal do Ceará (2018)

Cultivo de sorgo sacarino no semiárido : produção, qualidade de fitomassa, etanol e sementes em função da variedade e arranjo espacial

SILVA, Tatiana Maria da

Titre : Cultivo de sorgo sacarino no semiárido : produção, qualidade de fitomassa, etanol e sementes em função da variedade e arranjo espacial

Cultivation of semiarid sacramento sorar : production, quality of phytomass, ethanol and seeds in the function of variety and space arrangement

Auteur : SILVA, Tatiana Maria da

Université de soutenance : Universidade Federal do Ceará

Grade : Doutorado em Fitotecnia 2018

Résumé
O sorgo sacarino apresenta-se como uma alternativa bastante promissora para a produção de etanol, podendo ser colhido no período de entressafra da cana-de-açúcar. Várias práticas culturais são importantes na produção vegetal, entre estás, a escolha do melhor arranjo de plantas é importante por favorecer a maior eficiência no aproveitamento dos recursos do ambiente, como luz e água, além do controle de plantas invasoras. O objetivo desse experimento foi avaliar o crescimento, a produtividade e a qualidade do caldo de duas variedades de sorgo sacarino, além da produção e qualidade de sementes em função de diferentes espaçamentos entrelinhas e entre plantas. Para isso, foi conduzido um experimento na Fazenda Experimental Vale do Curu pertencente à Universidade Federal do Ceará, Pentecoste – CE, com dois ciclos agrícolas (2015 e 2016) em regime de sequeiro. Utilizou-se as variedades BRS 506 e SF 15, sendo estudados os espaçamentos entrelinhas (50, 60, 70 e 80 cm) e entre plantas (8, 12 e 16 cm). Os valores médios referentes ao crescimento morfológico das plantas mostram que a maior altura foi observada aos 90 DAS (328,11 cm) e que o diâmetro do colmo foi favorecido no espaçamento entrelinhas de 70 cm, onde apresentou 15,59 mm. Para a produção de fitomassa foram observados valores superiores para a variedade BRS 506, no primeiro ciclo. O menor espaçamento entrelinhas utilizado proporcionou os maiores valores de MST, em ambos os ciclos, isto é, 34,6 e 16,2 t ha-1, respectivamente. Entre as variedades estudadas o melhor desempenho com relação ao rendimento do caldo foi para a BRS 506, que apresentou média de 12,01 m³ ha-1. A variedade BRS 506 apresentou média de 140,02 g L-1 de CST, com produção média de 4.157,85 L ha-1 de etanol no primeiro ciclo. Com relação a qualidade das sementes verificou-se que tanto a variedade quanto o arranjo das plantas as afetaram fisiologicamente. O sorgo sacarino apresenta melhor produtividade de fitomassa quando manejando no espaçamento de 50 cm entrelinha e 8 cm entre plantas, perfazendo uma população de 250 mil plantas por hectare. O mesmo espaçamento de cultivo é recomendando visando a produtividade e qualidade de caldo nas condições do semiárido nordestino. Porém, visando a produção de sementes as plantas de sorgo sacarino (BRS 506) devem ser manejadas no maior espaçamento estudado, 80 cm entrelinha e 16 cm entre plantas para obtenção de sementes com maior desenvolvimento e vigor.

Présentation

Version intégrale (0,89 Mb)

Page publiée le 15 mars 2019