Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Sustentabilidade de sistemas de produção agrícola em bases agroecológicas, no semiárido cearense.

Universidade Federal do Ceará (2010)

Sustentabilidade de sistemas de produção agrícola em bases agroecológicas, no semiárido cearense.

SILVA, José Vagner.

Titre : Sustentabilidade de sistemas de produção agrícola em bases agroecológicas, no semiárido cearense.

Sustainability of agricultural production systems in agroecological bases in the semiarid region of Ceará.

Auteur : SILVA, José Vagner.

Université de soutenance : Universidade Federal do Ceará

Grade : Doutorado em Fitotecnia

Résumé
O cultivo de culturas consorciadas em bases agroecológicas visa associar o aumento da produção, a eficiência no uso da terra, a melhoria da qualidade do solo e a diversificação da oferta de alimentos sadios. Entretanto, poucos são os estudos destinados a uma análise dos efeitos desse sistema de cultivo no semi-árido nordestino. Diante do escasso número de informações sobre os efeitos desses sistemas nessa região foram desenvolvidos dois estudos nos municípios de Choró, Massapê, Quixadá e Tauá, localizados no semi-árido cearense. No primeiro estudo se avaliou os efeitos desse sistema sobre as características químicas dos solos. Para isso foram selecionadas áreas de 24 agricultores agroecológicos nos quatro municípios ; onde foram coletadas amostras de solo, em três profundidades, 0-5, 5-10 e 10-30cm ; em áreas sob os sistemas agroecológicos e sob vegetação natural, vizinhas as áreas cultivadas ; os dados das áreas sob vegetação natural foram utilizados como referência para avaliação das características avaliadas. Os atributos químicos analisados foram o pH em água ; P disponível ; Na+, K +, Ca2+, Mg2+ e Al 3+ trocáveis ; acidez potencial (H+ Al) e o C orgânico total (COT). Para análise dos dados utilizou-se a estatística descritiva e técnica de estatística multivariada. No segundo estudo, para avaliar o desempenho agronômico das culturas componentes dos consórcios em bases agroecológicas foram sistematizados 16 (dezesseis) arranjos. Na primeira pesquisa, constatou-se, de modo geral, que, para ambas as condições de uso do solo (consórcio agroecológico e vegetação natural) as diversas propriedades químicas avaliadas apresentaram níveis de médio a muito bom, a exceção da porcentagem de saturação por sódio, no caso muito baixo, o que é também favorável. Nos casos em que houve diferenças significativas, os solos sob consórcio apresentaram, de modo geral, maiores valores para as variáveis K+, Ca2+, Mg2+, P disponível, SB, t e V, comparativamente aos solos sob vegetação natural. Na segunda pesquisa, observou-se que houve diferenças entre os arranjos quanto ao índice de equivalência de área, a produtividade e aos índices de desempenho agronômico das culturas em consorciação. Dos 16 consórcios estudados, 11 arranjos apresentaram maior índice de equivalência de área, quando comparado aos monocultivos das culturas componentes.

Présentation

Version intégrale (1,76 Mb)

Page publiée le 2 février 2020