Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2017 → Caracterização citogenética e molecular de acessos de maracujá da caatinga (Passiflora cincinnata mast.)

Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) 2017

Caracterização citogenética e molecular de acessos de maracujá da caatinga (Passiflora cincinnata mast.)

ALMEIDA, Larissa Emanuelle da Silva

Titre : Caracterização citogenética e molecular de acessos de maracujá da caatinga (Passiflora cincinnata mast.)

Auteur : ALMEIDA, Larissa Emanuelle da Silva

Université de soutenance : Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)

Grade : Mestrado Acadêmico em Recursos Genéticos Vegetais 2018

Résumé
Passiflora cincinnata Mast. é uma espécie nativa do Brasil com ampla distribuição geográfica, que pode ser explorada como fonte de resistência a estresses bióticos e abióticos, apresentando boa produtividade, bem como alta qualidade nutricional para a alimentação humana, além de outros usos. Por outro lado, a caracterização tanto molecular como citogenética é uma etapa importante para conservação e uso de genótipos, considerando a diversidade genética potencial da espécie. O presente trabalho objetivou caracterizar a diversidade genética entre acessos de maracujá da caatinga (P. cincinnata) conservados no Banco Ativo de Germoplasma de maracujá da Embrapa Semiárido, utilizando técnicas citogenéticas de análise convencional, dupla coloração CMA3/DAPI e utilizando marcadores moleculares do tipo ISSR. Os diferentes marcadores moleculares ISSR mostraram eficiência na detecção de polimorfismo, revelando variabilidade intraespecífica entre os acessos. Foram observados números cromossômicos diploides 2n=18, sendo classificados no grupo cromossômico com número básico x=9. A dupla coloração CMA/DAPI, permitiu identificar quatro bandas CMA positivo, núcleos interfásicos semirreticulados com presença de blocos CMA+. A colorabilidade dos grãos de pólen utilizando carmim acético e reativo de Alexander permitiu estimar uma alta viabilidade polínica com valores acima de 98% para ambos os corantes analisados, indicando o uso potencial dessa espécie em programas de melhoramento.

Présentation

Version intégrale (1,47 Mb)

Page publiée le 22 avril 2019