Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2013 → Maturidade fisiológica de frutos e sementes de pitaia [Hylocereus undatus (Haworth) Britton & Rose]

Universidade Estadual de Londrina (2013)

Maturidade fisiológica de frutos e sementes de pitaia [Hylocereus undatus (Haworth) Britton & Rose]

Ortiz Thiago Alberto

Titre : Maturidade fisiológica de frutos e sementes de pitaia [Hylocereus undatus (Haworth) Britton & Rose]

Auteur : Ortiz Thiago Alberto

Université de soutenance : Universidade Estadual de Londrina

Grade : Mestrado em Agronomia 2013

Résumé
Determinar o período em que os frutos e as sementes alcançam a maturidade fisiológica é de extrema importância para todas as espécies, pois auxilia o planejamento da colheita e o controle de qualidade, já que a produção destes são dependentes de fatores intrínsecos, extrínsecos e da combinação de ambos. Assim, o trabalho teve como objetivo determinar a maturidade fisiológica de frutos e sementes de pitaia vermelha de polpa branca (Hylocereus undatus). Para o estudo, as flores foram etiquetadas na antese e a coleta iniciou-se 21 dias após, sendo realizada durante 12 dias, com a colheita diária de quatro frutos. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições. A maturidade fisiológica de frutos foi avaliada a partir de características físicas, como comprimento longitudinal ; diâmetro equatorial de fruto sem escama ; espessura de pericarpo e de polpa ; massa de fruto, de polpa e de pericarpo ; porcentagem de pericarpo e de polpa ; relação polpa/pericarpo ; índice de cor de pericarpo ; ângulo de cor Hue (h°) ; índice de luminosidade (L*) ; croma (C*) ; variação entre azul e amarelo (b*) e variação entre verde e vermelho (a*) ; e químicas, a exemplo do teor de sólidos solúveis ; acidez titulável ; ratio e pH. Para as sementes, os índices de maturação foram determinados segundo a massa seca ; grau de umidade ; germinação ; índice de velocidade de germinação ; tempo médio de germinação ; condutividade elétrica ; comprimento de raiz e de parte aérea e massa seca de plântulas. Os dados foram submetidos à análise de variância e estudo de regressão polinomial para efeito de dias após a antese e ainda, correlação de Pearson (p<0,05). A maturidade fisiológica de frutos de H. undatus ocorreu do 30º ao 32º dias após a antese (DAA) ; e a de sementes entre o 28º e o 31º DAA. Para os frutos, a massa de polpa foi a variável que mais apresentou forte associação com as demais analisadas ; para as sementes, foi o índice de velocidade de germinação. O diâmetro equatorial de fruto mostrou-se eficiente na identificação do ponto de maturidade fisiológica de sementes.

Mots Clés  : Fructus cactus, Ripening, Cactus, Fructus, Ripening

Présentation -> http://www.bibliotecadigital.uel.br...

Page publiée le 24 mars 2019, mise à jour le 2 avril 2019