Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → Dinâmica das concentrações de nutrientes em dois reservatórios da região do semiárido potiguar ao longo de um período de estiagem prolongada

Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) 2013

Dinâmica das concentrações de nutrientes em dois reservatórios da região do semiárido potiguar ao longo de um período de estiagem prolongada

SOUSA JÚNIOR, Nilton Leite de.

Titre : Dinâmica das concentrações de nutrientes em dois reservatórios da região do semiárido potiguar ao longo de um período de estiagem prolongada

Auteur : SOUSA JÚNIOR, Nilton Leite de.

Université de soutenance : Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Grade : Mestrado em Ecologia 2013

Résumé
Os açudes do semiárido brasileiro são ecossistemas aquáticos vulneráveis à eutrofização porque geralmente possuem uma elevada carga externa de nutrientes e uma baixa taxa de renovação da água. O objetivo deste trabalho foi testar a hipótese de que as concentrações de nitrogênio e fósforo, a biomassa fitoplanctônica e as concentrações de carbono orgânico dissolvido na água dos açudes aumentam durante o período de estiagem com a redução do volume de água acumulado nos açudes. Para testar a hipótese, amostras de água foram coletadas mensalmente, durante o período de estiagem de maio de 2012 a fevereiro de 2013, no açude da Estação Ecológica do Seridó e no açude Pocinhos da Fazenda Solidão, ambos no município de Serra Negra do Norte, RN. As concentrações de fósforo total, ortofosfato e clorofila a foram determinadas por colorimetria, enquanto as concentrações de nitrogênio total e dissolvido e de carbono orgânico dissolvido, foram determinadas por um TOC da marca Shimadzu. Durante o período de estudo, os reservatórios tiveram uma diminuição do seu volume, o que provocou um aumento nas concentrações de nutrientes conforme esperado. No entanto, a biomassa fitoplanctônica apresentou um padrão de variação contrastante entre os dois açudes : aumentando ao longo do período de estiagem no açude da Fazenda, mas diminuindo durante o mesmo período no açude da ESEC. Esta redução da biomassa fitoplanctônica no açude da ESEC foi devido ao aumento da turbidez e provável limitação por luz. Conclui-se que o aumento das concentrações de nutrientes é uma condição necessária, mas não suficiente para causar o aumento da biomassa fitoplanctônica durante o longo período de estiagem característico da região semi-árida brasileira. A turbidez da água é um fator importante capaz de inibir o crescimento fitoplanctônico mesmo com um aumento nas concentrações de nutrientes. Por fim, a concentração de nutrientes ao longo de prolongados períodos de estiagem na região do semiárido potiguar levou a uma diminuição da qualidade da água, porém, outros fatores precisam ser favoráveis ao aumento de biomassa, no presente estudo, a alta turbidez inorgânica no reservatório ESEC inibiu florações de fotossintetizantes pela limitação da disponibilidade da luz.

Présentation

Version intégrale (0,82 Mb)

Page publiée le 10 avril 2019