Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2019 → Desempenho do melão fertirrigado com controle da concentração do nitrogênio e do potássio na água de irrigação

Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) 2019

Desempenho do melão fertirrigado com controle da concentração do nitrogênio e do potássio na água de irrigação

Oliveira Filho, José Nilson

Titre : Desempenho do melão fertirrigado com controle da concentração do nitrogênio e do potássio na água de irrigação

Auteur : Oliveira Filho, José Nilson

Université de soutenance : Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA)

Grade : Mestrado em Manejo de Solo e Agua 2019

Résumé
Diante da importância econômica do cultivo de melão na região Oeste do estado do Rio Grande do Norte e da necessidade de desenvolvimento de tecnologias que auxiliem no processo de produção desta cultura, com fim de manter a produtividade e qualidade com a otimização dos recursos necessário, objetivou-se, nessa pesquisa, produzir melão fertirrigado nas condições do semiárido brasileiro, sendo a cultura submetida a níveis de nitrogênio e potássio e avaliadas suas concentrações ao longo do ciclo, através do monitoramento da solução do solo e verificando a interferência do incremento da adubação no tecido foliar do meloeiro, na produção e qualidade dos frutos e na fertilidade do solo. Assim, o experimento foi conduzido em uma fazenda no município de Upanema, sob um delineamento em blocos casualizados, com cinco tratamentos e seis repetições. Os tratamentos foram as combinações de nitrogênio e potássio aplicados via fertirrigação. A avaliação da solução do solo se deu a partir da instalação de extratores de cápsula porosa em parcelas de todos os tratamentos, onde foram coletadas amostras, duas vezes por semana ao longo do ciclo, sempre que foram realizadas as fertirrigações. A análise da folha do meloeiro, foi realizada a partir da coleta da folha diagnóstica do melão para todos os tratamentos. A produtividade e qualidade dos frutos foi avaliada no momento de colheita realizada pela contagem de todos os frutos, separação por classes e pesagem dos mesmos. Foram colhidos frutos maduros e verdes onde se analisou o fator de forma, o pH, a acidez titulável, o teor de sólidos solúveis, o índice de maturação e a firmeza dos frutos. A análise de solo ao final do experimento se deu a partir da coleta de amostras compostas e foram analisados o pH, a condutividade elétrica do extrato de saturação (CEes), fósforo, potássio, sódio, cálcio e magnésio trocáveis, nitrogênio, potássio, cálcio e sódio no extrato da pasta de saturação. Assim, verificou-se variações ao longo do ciclo nas concentrações dos nutrientes estudados na solução. No tecido foliar não foi observado diferenças entre os tratamentos para o nitrogênio, já para o potássio, o tratamento T4 (150 mg L-1 de K) foi o que proporcionou maior incremento. Quanto a produtividade do meloeiro, não foram observadas diferenças entre os tratamentos. Para os parâmetros qualitativos do melão, no geral as adubações não tiveram grande influência na qualidade dos frutos. No solo, observa-se que as fontes nutritivas contribuíram para os incrementos das concentrações dos nutrientes, sendo que o pH, a CEes, o potássio trocável, o nitrogênio, o cálcio e o potássio do extrato de saturação diferiram estatisticamente entre os tratamentos aplicados

Présentation

Version intégrale (1,17 Mb)

Page publiée le 3 mars 2020