Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Efeito das formigas cortadeiras sobre a regeneração da caatinga

Universidade Federal de Pernambuco (2019)

Efeito das formigas cortadeiras sobre a regeneração da caatinga

KNOECHELMANN, Clarissa Mendes

Titre : Efeito das formigas cortadeiras sobre a regeneração da caatinga

Auteur : KNOECHELMANN, Clarissa Mendes

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Doutorado - Biologia Vegetal 2019

Résumé
As perturbações antrópicas rearranjam comunidades biológicas através da substituição de espécies especialistas sensíveis à perturbação por espécies generalistas adaptadas à perturbação. As formigas cortadeiras (FC) são organismos que aumentam sua densidade em áreas perturbadas devido ao relaxamento dos controles populacionais ascendentes (recursos alimentares) e descendentes (pressão de inimigos naturais). Como são herbívoros vorazes, coletando toneladas de vegetação para a cultura do fungo simbionte, podem modificar a dinâmica de regeneração de áreas perturbadas. Neste estudo examinei como FC influenciam a regeneração de paisagens antrópicas na Caatinga, a maior e mais diversa floresta seca dos neotrópicos, mas também bastante perturbada por atividades antrópicas. A hipótese geral é que as FC têm influência negativa sobre a regeneração devido à coleta de grandes quantidades de sementes, plântulas e indivíduos jovens para o cultivo do fungo simbionte, e que este efeito será acentuado pelo aumento da cobertura florestal ao redor dos ninhos. O estudo foi conduzido no Parque Nacional do Catimbau, PE, com 15 ninhos de Atta opaciceps localizados em micro paisagens com diferentes coberturas florestais (8.7% – 87.8%). No Capítulo I identifiquei como FC podem influenciar no destino das sementes (local de deposição e predação) através do monitoramento bimensal de sementes presentes no banco de sementes do solo nas áreas dos ninhos, nas respectivas áreas de forrageamento e em áreas controle. Observei que as formigas diminuem a deposição e aumentam a predação de sementes na área de ninho, mas a cobertura florestal exerce um efeito pequeno sobre o papel das formigas no destino das sementes. No Capítulo II avaliei como as FC influenciam os regenerantes através do monitoramento bimensal de plântulas e indivíduos jovens recrutando nos ninhos, áreas de forrageamento e em áreas controle. A riqueza de espécies regenerantes aumentou ao longo do gradiente de cobertura florestal para as áreas de ninho, forrageamento e controle sem diferença entre estas áreas. Já a abundância de regenerantes foi menor nos ninhos seguido das áreas de forrageamento e controle, mas não foi afetada pela cobertura florestal ao redor da colônia. Esses resultados indicam que as FC têm efeito negativo sobre sementes e regenerantes em áreas com diferentes níveis de perturbação, uma vez que a cobertura florestal ao redor da colônia teve um efeito fraco sobre a influência das FC na regeneração da Caatinga.

Présentation

Version intégrale (1,33 Mb)

Page publiée le 29 janvier 2020