Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Dinâmica populacional e diversidade genética de Spondias tuberosa Arr. em resposta às mudanças no uso do solo na Caatinga

Universidade Federal de Pernambuco (2018)

Dinâmica populacional e diversidade genética de Spondias tuberosa Arr. em resposta às mudanças no uso do solo na Caatinga

OLIVEIRA, Déborah Alani Silva de

Titre : Dinâmica populacional e diversidade genética de Spondias tuberosa Arr. em resposta às mudanças no uso do solo na Caatinga

Auteur : OLIVEIRA, Déborah Alani Silva de

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Doutorado - Biologia Vegetal 2018

Résumé
A acelerada perda de hábitats e das funções ecológicas são exemplos de como as mudanças globais no uso da terra têm afetado os ecossistemas. Grandes projetos de construção, como os de reservatórios, podem ter grandes impactos, resultando em mudanças nos padrões de habitat e paisagens e afetando as populações. Spondias tuberosa Arr. é uma espécie frutífera, endêmica da Caatinga, com grande importância socioeconômico e ambiental, mas que tem sofrido com a baixa regeneração nos seus locais de ocorrência. O objetivo deste trabalho foi avaliar a dinâmica populacional, a regeneração natural e a diversidade genética de S. tuberosa em quatro tipos de usos da terra (“Caatinga protegida”, “Caatinga degradada”, “áreas de agricultura” e “áreas abandonadas”), em municípios ao redor do reservatório de Itaparica. A região se caracteriza por ser um mosaico de usos da terra que se estabeleceram após a construção do reservatório. Foram coletados dados de biometria, número de sementes na superfície do solo e número de plântulas para analisar a regeneração e a dinâmica populacional da espécies nos diferentes usos da terra. Como variáveis preditoras foram incluídos nas análises a distância para a casa mais próxima, a pressão por caprinos, o índice de cobertura vegetal (NDVI) e a densidade de casas ao redor de cada indivíduo. Para a análise da diversidade genética desses indivíduos foram utilizados dois marcadores : sete microssatélites e banda polimórficas de AFLP. Os resultados mostraram que o uso da terra tem impacto na biometria de indivíduos adultos, sendo as maiores árvores presentes nas áreas de Caatinga protegida e nas abandonadas. Plântulas de S. tuberosa foram encontradas em áreas agrícolas, provavelmente devido à abundância de água e à exclusão de caprinos. Quanto às análises genéticas, S. tuberosa apresentou, de um modo geral, baixa diversidade, mas que, entre os usos da terra, a área de Caatinga protegida foi maior. A diferenciação genética entre esses usos da terra também foi baixa. Os resultados evidenciam quão S. tuberosa está dependente da população local para sua regeneração, em especial quanto ao suprimento de água e exclusão dos caprinos. Isso também elucida que áreas agrícolas, apesar de ser resultado de uma perturbação antrópica, podem atuar como áreas de conservação para essas espécies endêmicas. Além disso, a maior diversidade genética encontrada na Caatinga protegida evidencia a importância de se destinar mais áreas para a conservação da Caatinga e aumentar a fiscalização das áreas já existentes para, assim, proteger a base genética atual existente de S. tuberosa.

Présentation

Version intégrale (2,0 Mb)

Page publiée le 26 janvier 2020