Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Semiárido : lugar de cultura e turismo

Universidade Federal de Pernambuco (2018)

Semiárido : lugar de cultura e turismo

CARNEIRO, Edivasco dos Reis

Titre : Semiárido : lugar de cultura e turismo

Auteur : CARNEIRO, Edivasco dos Reis

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Doutorado – Geografia 2018

Résumé
As experiências vividas no semiárido baiano fizeram-me olhar para este lugar com mais atenção, pois foi nele que me formei enquanto pesquisador e pessoa. Olhar e defender o semiárido enquanto um lugar é permitir, pois, um ir além dos limites de uma região, é valorizar as culturas locais a partir das identidades e memórias do seu povo ; é, desta forma, entender que lugar e cultura são elementos indissociáveis e, por conta disso, o lugar possui um caráter interescalar ; ou seja, o semiárido baiano deve ser entendido enquanto lugar. Neste sentido, busquei analisar as dinâmicas socioculturais, influenciadas pelo turismo, existentes no semiárido baiano e os modos de fazer e viver o artesanato na cidade de Cipó, Bahia ; para auxiliar nesta busca, descrevi o processo de turistificação desta cidade ; caracterizei as dinâmicas socioculturais existentes ; analisei os modos de fazer e viver o artesanato local ; relacionei as dinâmicas socioculturais caracterizadas com os modos de fazer e viver o artesanato local e, por fim, discuti o papel do turismo nas dinâmicas socioculturais caracterizadas. Procurando alcançar tais objetivos, tive como principal fundamentação metodológica a abordagem pós-moderna e, como teoria de base, o espaço vivido ; a partir daí a fundamentação teórica desta tese foi construída com os conceitos de Lugar, Espaço, Cultura, Memória, Identidade e Turismo, adotando, por sua vez, uma abordagem qualitativa de investigação ; para tanto, utilizei entrevistas semiestruturadas que foram analisadas a partir da desconstrução e unitarização das narrativas dos sujeitos entrevistados. Percorrendo este caminho metodológico, discuti o conceito de lugar no pensamento geográfico desde a influência da filosofia até as concepções mais recentes, acreditando que lugar, cultura e identidade são elementos fundamentais para entendermos as transformações que este fenômeno socioespacial, o turismo, pode influenciar. No lugar pesquisado nesta tese, o turismo e o artesanato foram traços marcantes ; entretanto, as percepções trazidas pelos gestores públicos, artesãos e turistas/visitantes entrevistados, revelaram que o turismo acontece de forma desorganizada, sem um planejamento eficaz e participativo, mesmo reconhecendo a riqueza e o grande potencial do artesanato produzido ali. Espera-se com esta tese, além de contribuir com as discussões teóricas do pensamento geográfico através de outra leitura geográfica para o Semiárido baiano a partir do Lugar, dar subsídios para pensar o turismo cultural como uma alternativa viável para o desenvolvimento sociocultural e, também, econômico do Semiárido baiano.

Mots Clés  : Geografia ; Regiões áridas ; Cultura e turismo ; Turismo cultural ; Artesanato

Présentation

Version intégrale ( 2,9 Mb)

Page publiée le 5 février 2020