Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2018 → Regionalização de parâmetros de modelo hidrológico para a região semiárida do Nordeste brasileiro

Universidade Federal de Pernambuco (2018)

Regionalização de parâmetros de modelo hidrológico para a região semiárida do Nordeste brasileiro

VIRÃES, Múcio Valença

Titre : Regionalização de parâmetros de modelo hidrológico para a região semiárida do Nordeste brasileiro

Auteur : VIRÃES, Múcio Valença

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Mestrado - Engenharia Civil 2018

Résumé
Este trabalho busca aplicar um modelo hidrológico pré-estabelecido para se obter a regionalização dos seus parâmetros na área do semiárido nordestino brasileiro que envolve os Estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, carente de informação de vazão. O modelo hidrológico adotado foi o MODHAC – Modelo Hidrológico Auto-Calibrável, recomendado para uso em áreas semiáridas, utilizado em estudos e projetos desenvolvidos para a região. Objetiva-se então determinar valores para parâmetros que possam ser utilizados para outras bacias, partindo-se da calibração dos resultados do modelo comparados com as vazões da seção de saída conhecidas, para posteriormente definir um mapa da área de aplicabilidade dos parâmetros obtidos no MODHAC e assim se poder gerar séries de vazões para seções do rio não monitoradas, com falhas ou períodos curtos de dados. Para isso, foram selecionadas 51 Estações Fluviométricas com um mínimo de 08 anos consecutivos de dados consistidos cujas séries históricas não apresentassem falhas que comprometessem o estudo. A avaliação dos resultados obtidos se deu através da comparação entre a vazão observada nas seções monitoradas pelos órgãos competentes, e as vazões calculadas pelo MODHAC. Foram determinadas as estatísticas de desvio padrão, vazões máximas, médias e mínimas para o período, e os coeficientes de correlação (r), de determinação (r²), e de Nash-Sutcliffe (R2), sendo consideradas modelagens aceitáveis aquelas cujos valores de R2 apresentaram-se acima de 0,36. A utilização dos valores de parâmetros para regiões diferentes daquelas para as quais o modelo foi calibrado teve sucesso em um percentual razoável das aplicações, demonstrando que é possível regionalizar os parâmetros do modelo hidrológico a partir da área incialmente modelada em função do período calibrado. Por fim, foi possível obter grupos de parâmetros para formar distintas regiões homogêneas no semiárido quanto aos parâmetros do modelo estudado.

Mots Clés  : Engenharia Civil ; Modelo hidrológico ; MODHAC ; Regionalização ; Semiárido

Présentation

Version intégrale (14,4 Mb)

Page publiée le 18 février 2020