Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2018 → Potencial fitorremediador de espécies vegetais em áreas de mineração do semiárido pernambucano

Universidade Federal de Pernambuco (2018)

Potencial fitorremediador de espécies vegetais em áreas de mineração do semiárido pernambucano

LIMA, Anderson Pontes Chaves de

Titre : Potencial fitorremediador de espécies vegetais em áreas de mineração do semiárido pernambucano

Auteur : LIMA, Anderson Pontes Chaves de

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Mestrado - Engenharia Mineral 2018

Résumé
As atividades antrópicas têm impactado fortemente os ambientes naturais, entre tais atividades a mineração apesar de historicamente ser uma das mais importantes para o crescimento econômico, tem sido vinculada a degradação de extensas áreas. Por outro lado, o relevante crescimento do número de poluentes existentes em todo o mundo tem impulsionado o interesse por técnicas remediadoras, muitas delas com foco na qualidade do solo. Entre tais técnicas a fitorremediação possui um lugar de destaque devido à sua eficiência na descontaminação dos solos, sendo vantajosa principalmente por apresentar potencial para tratamento in situ e por ser economicamente viável, podendo ser aplicada a uma vasta gama de poluentes, orgânicos e inorgânicos. Esta pesquisa foi realizada em áreas de mineração no município de Araripina, semiárido pernambucano, incorporadas ao Arranjo Produtivo Local (APL) do Polo Gesseiro do Araripe. Foi motivada, em decorrência das condições do cenário local, devido ao impacto sócio-ambiental gerado pela exploração de gipsita e sua calcinação que resultam em elevados índices de emissões de particulados, os quais alteram de forma significativa o ambiente natural e a qualidade de vida dos habitantes dessa região e áreas de influência direta dos empreendimentos mineiros. O presente estudo utilizou dados secundários obtidos em literaturas especializadas bem como dados primários oriundos da pesquisa experimental provenientes da coleta de solo para análises químicas, físicas e físico-químicas e de plantas oriundas do semiárido como potenciais fitorremediadoras de solos, ambos coletados na área em questão. Os resultados demonstraram que as espécies Nicotiana glauca e Prosopis juliflora apresentaram concentrações significativas, de grande parte dos metais detectados, na parte aérea das mesmas, situação desejável em uma fitoextratora. Já a Typha domingensis apresentou acúmulo dos metais pesados ferro, zinco e cobre no sistema radicular, apresentando potencial para ser utilizada em programas de fitoestabilização. Os teores quantificados apontam que a N. glauca e a T. domingensis possuem potencial hiperacumulativo para o metal ferro. Verificou-se nas amostras de solos que os teores dos elementos químicos presentes em sua composição não se encontram a níveis tóxicos. As amostras apresentaram alta saturação de bases e possuem média a alta fertilidade natural. Através das análises físicas e físico-químicas, pôde-se verificar que as mesmas apresentaram boa disponibilidade de macro e micronutrientes e consequentemente significativa absorção desses elementos pelas espécies. Quanto às concentrações de enxofre nos solos e plantas não se encontram a níveis tóxicos nas amostras coletadas. As espécies vegetais estudadas foram eficientes em absorver e concentrar quantidades significativas de metais em seus compartimentos, mostrando grande potencial para a remediação de áreas contaminadas por metais pesados.

Présentation

Version intégrale (3,15 Mb)

Page publiée le 16 janvier 2020