Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Efeito da redução da vazão efluente do reservatório de Sobradinho na qualidade da água a jusante, sob o enfoque da vazão ecológica

Universidade Federal de Pernambuco (2017)

Efeito da redução da vazão efluente do reservatório de Sobradinho na qualidade da água a jusante, sob o enfoque da vazão ecológica

ROSSITER, Karina Waleska Lopes

Titre : Efeito da redução da vazão efluente do reservatório de Sobradinho na qualidade da água a jusante, sob o enfoque da vazão ecológica

Auteur : ROSSITER, Karina Waleska Lopes

Université de soutenance : Universidade Federal de Pernambuco

Grade : Doutorado - Engenharia Química 2017

Résumé
No semiárido brasileiro reservatórios artificiais de grandes dimensões são utilizados, prioritariamente, para abastecimento humano, geração de energia, agricultura irrigada e mais recentemente, a piscicultura intensiva, sendo o maior deles o de Sobradinho. Na última década o semiárido apresenta uma forte estiagem, em sentido oposto a crescente demanda dos múltiplos usos da água. Neste contexto, a vazão efluente do reservatório de Sobradinho vem tendo reduções consecutivas desde o ano de 2013, o que pode afetar a qualidade da água. Contudo, pela maior consciência sobre as necessidades ambientais e socioeconômicas das comunidades a jusante de barramentos, há a necessidade de se garantir uma vazão mínima que assegure a manutenção do equilíbrio ambiental, conhecida como vazão ecológica. Esta pesquisa tem como objetivo estudar o efeito da redução da vazão efluente do reservatório de Sobradinho na qualidade da água a jusante, área que inclui os pontos de captação do eixo norte e leste do projeto de transposição do rio São Francisco, sob o enfoque da vazão ecológica. Foram analisadas ainda a influência dos tributários (rios Brígida e Pajeú) e a concentração de metais pesados. Para isso, foram coletadas amostras nos períodos seco e chuvoso entre os anos de 2011 a 2014, e os resultados analisados através das técnicas estatísticas da Análise de Componentes Principais (ACP) e análise de variância (ANOVA). Os resultados mostraram que não houve um padrão de características distintas entre o período seco e chuvoso entre os reservatórios de Sobradinho e Itaparica, e sim uma variação temporal com resultados semelhantes por coleta. A redução da vazão efluente do reservatório Sobradinho teve um efeito negativo na qualidade da água à jusante causando aumento nos parâmetros de turbidez, demanda biológica de oxigênio e demanda química de oxigênio nos períodos seco e chuvoso. Apenas no período chuvoso, o fósforo total aumentou e o oxigênio dissolvido diminuiu. Como medida quantitativa destes efeitos negativos houve aumento no grau de eutrofização e piores índices de qualidade de água para os parâmetros de pH, demanda bioquímica de oxigênio e fósforo total. Foi vivenciado também como indicativo de efeito biológico a redução de macroinvertebrados bentônicos no reservatório de Itaparica no período seco. A redução do percentual do volume útil dos reservatórios foi um fator potencializador destes resultados desfavoráveis. Os valores das vazões ecológicas obtidos através dos métodos hidrológicos (TENNANT e Q₉₅%) foram menores do que a vazão já adotada, logo os efeitos já citados seriam potencializados, indicando a fragilidade do uso destes métodos. Em se tratando da concentração de metais pesados, a área de estudo apresentou resultado satisfatório quanto aos limites especificados na Resolução CONAMA 357/2005.

Présentation

Version intégrale (3,13 Mb)

Page publiée le 28 janvier 2020