Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Pedogênese e sequestro de carbono em planossolos ao longo de um gradiente pluviométrico na Província Borborema, Brasil

Universidade Federal Rural de Pernambuco (URFPE) 2019

Pedogênese e sequestro de carbono em planossolos ao longo de um gradiente pluviométrico na Província Borborema, Brasil

SOUSA, Juliet Emilia Santos de

Titre : Pedogênese e sequestro de carbono em planossolos ao longo de um gradiente pluviométrico na Província Borborema, Brasil

Pedogenesis and carbon sequestration in planossols along a rainfall gradient in Borborema Province, Brazil

Auteur : SOUSA, Juliet Emilia Santos de

Université de soutenance : Universidade Federal Rural de Pernambuco (URFPE)

Grade : Doutorado em Ciência do Solo 2019

Résumé
Os Planossolos são solos minerais, com restrições de drenagem. Possuem mudança abrupta de textura, com o horizonte subsuperficial mais denso pela maior quantidade de argila. São solos típicos da região semiárida brasileira, entretanto, poucos estudos são realizados para um melhor entendimento dos mesmos. Os trabalhos nacionais em sua maioria discutem aspectos físicos, químicos, mineralógicos e micromorfológicos, e no mundo, a discussão está relacionada a sua gênese, que na maioria das vezes está alicerçada no processo de ferrólise, entretanto, outros aspectos merecem atenção. Um aprofundamento no conhecimento a respeito da gênese desses solos, bem como sobre a matéria orgânica no mesmo, será de grande importância para um avanço científico a respeito do entendimento da evolução desses solos, suas propriedades e suas funções no ecossistema. Portanto, o trabalho tem por objetivo caracterizar morfológica, física, química, microbiológica, mineralógica e micromorfologicamente Planossolos formados a partir da alteração de rochas metamórficas diversas sobre a Província Borborema, ao longo de uma climossequência, visando entender melhor a gênese desses solos, a qual acredita-se, para o desenvolvimento da pesquisa, que está também associada a processos geogênicos, e não exclusivamente pedogênicos. Para isso, foram coletados perfis ao longo da Província Borborema, regiões inseridas no estado de Pernambuco, com precipitação pluviométrica variável. Foram coletadas amostras deformadas e indeformadas para realização de análises químicas, físicas, mineralógicas, petrográfica, micromorfológica, e microbiológicas, sendo realizada também uma avaliação no estoque de carbono na área. A área estudada, de ocorrência desses solos, possui um histórico considerável de estiagens, estando sujeita a processos de desertificação se expostas a uso indevido. As características químicas, físicas e morfológicas levaram a classificação dos solos estudados como Planossolos, formados, possivelmente, de sobreposição de material oriundo de áreas adjacentes (horizonte superficial), com concomitante formação de argila in situ nos horizontes subsuperficiais, sendo a biotita e plagioclásios os principais minerais primários precursores dos secundários presentes na fração argila, esmectita e caulinita (principais). Com isso a ferrólise não é o principal processo promovedor da formação dos solos estudados, sendo a contribuição de colúvios, fator preponderante. Os Planossolos estudados apresentaram relevantes resultados quanto ao estoque de C, se equiparando a área total ocupada por esses solos (130 milhões de hectares) (9,5 Gt), ao estoque de países como Chile e África do Sul. Sendo o carbono armazenado nos mesmos, por meio, principalmente, de interações organominerais e limitação de nitrogênio em perfil específico, nos horizontes subsuperficiais, posição em que ocorrem os maiores teores de estoque quando observado todo o perfil, em média 64% do C acumulado. Com isso, os Planossolos, quando avaliados em escala mundial tornam-se relevantes quanto ao armazenamento de C. A avaliação das propriedades desses solos contribui para o avanço do conhecimento dos mesmos no ecossistema caatinga, que auxilia em estudos sobre suas potencialidades e limitações. O melhor entendimento a respeito do carbono existente nesses solos e de sua dinâmica contribuiu para vários aspectos relacionados a armazenamento de carbono no semiárido, contribuindo na proteção da área a possíveis degradações.

Présentation

Version intégrale (4,72 Mb)

Page publiée le 17 janvier 2020