Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2019 → Potencial forrageiro da espécie Byrsonima gardneriana A. Juss e interações ecológicas com herbívoros e macrofauna, no semiárido alagoano

Universidade Federal de Alagoas (2019)

Potencial forrageiro da espécie Byrsonima gardneriana A. Juss e interações ecológicas com herbívoros e macrofauna, no semiárido alagoano

Silva, Ana Beatriz da

Titre : Potencial forrageiro da espécie Byrsonima gardneriana A. Juss e interações ecológicas com herbívoros e macrofauna, no semiárido alagoano

Potential forage of the species Byrsonima gardneriana A. Juss anda ecological interactions with herbivores and macrofauna, in the Alagoan Semiarid

Auteur : Silva, Ana Beatriz da

Université de soutenance : Universidade Federal de Alagoas

Grade : Mestrado em Geografia 2019

Résumé
Informações sobre a composição químico-bromatológica das espécies nativas da Caatinga e sua interação com herbívoros invertebrados e macrofauna, são necessárias para compreensão dos fatores que influenciam no desenvolvimento e produtividade dessa espécie, para que assim haja um manejo adequado. Diante deste contexto, objetivou-se avaliar o potencial forrageiro da espécie Byrsonima gardneriana A. Juss e sua interação ecológica com herbívoros e macrofauna, no Semiárido Alagoano A pesquisa foi realizada em duas áreas de Caatinga de 1 ha cada, nos municípios Olho D’Água do Casado e Delmiro Gouveia, Alagoas. Para a análise químico-bromatológica selecionou-se cinco matrizes da espécie B. gardneriana em cada área, foram coletadas amostras de ramos e folhas para a determinação das análises. Para avaliação da macrofauna nas duas áreas, foi realizado próximo a 15 matrizes da espécie B. gardneriana nos períodos (set/2017 à dez/2018), utilizando armadilhas Provid e Aérea, que permaneceram no campo por 96 horas e após esse período, foi feita a contagem, identificação dos grupos taxonômicos a nível de ordem e avaliação pelos Índices Shannon (H) e Pielou (e). Na avaliação da herbivoria, coletou-se aleatoriamente 10 folhas de 15 matrizes em cada área, para avaliação qualitativa e quantitativa. Foi realizado o monitoramento da fenologia nas 15 matrizes de B. gardneriana, determinações do Conteúdo de Água do Solo (CAS), temperatura do solo e também foram coletados dados de precipitação pluvial, nos períodos (set/2017 à dez/2018). A espécie B. gardneriana (Murici) apresenta potencial para uso forrageiro, estando dentro dos parâmetros químico-bromatológicos estabelecidos na literatura. No entanto, informações específicas sobre o desenvolvimento e/ou crescimento da planta precisa ser elucidado, sendo mais viável a utilização do fruto in natura ou em forma de produtos, podendo ser incorporado como fonte de renda complementar para a população local ; Os grupos taxonômicos apresentam maior riqueza no período chuvoso, quando a espécie B. gardneriana dispõe de atrativos como botão floral, antese, fruto e brotamento, atraindo possíveis polinizadores (Hymenoptera e Lepidoptera) ; A abundância da macrofauna é elevada no período de estiagem, atribuída ao grupo Hymenoptera, adaptado às condições edafoclimáticas, com maior distância de ligação no dendrograma, em relação aos demais grupos, reflexo da alta dominância, confirmada pelos índices de Shannon (H) e Pielou (e), independente das áreas, meses e armadilhas utilizadas ; A espécie B. gardneriana apresenta baixa herbivoria por invertebrados, com Taxa e Intensidade na categoria 1 de dano ; A herbivoria dos Mastigadores e Sugadores ocorre em todos os meses, independente das áreas, demonstrando a adaptação desses herbívoros à variabilidade das condições microclimáticas locais e a herbivoria por Minadores nos meses em que há precipitação pluvial, indicando seu comportamento especialista, já que são sensíveis as variações microclimáticas ; A herbivoria na espécie B. gardneriana ocorre com menor intensidade no período chuvoso, quando as demais espécies da Caatinga estão com botão floral, antese, fruto, brotamento, havendo melhor distribuição da herbivoria entre as espécies ; Sugere-se a realização de pesquisas sobre os mecanismos de defesa física e química da espécie B. gardneriana contra herbívoros invertebrados.

Présentation

Version intégrale (6,4 Mb)

Page publiée le 26 février 2020