Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Uso do modelo century na dinâmica do carbono de solos do semiárido de Alagoas : cenários climáticos futuros em ambiente irrigado e de sequeiro.

Universidade Federal de Alagoas (2019)

Uso do modelo century na dinâmica do carbono de solos do semiárido de Alagoas : cenários climáticos futuros em ambiente irrigado e de sequeiro.

Araújo Neto, Renato Américo de

Titre : Uso do modelo century na dinâmica do carbono de solos do semiárido de Alagoas : cenários climáticos futuros em ambiente irrigado e de sequeiro.

Use of the century model in the dynamics of soil carbon in the semi - arid Alagoas : future climatic scenarios in irrigated and rainfed environment.

Auteur : Araújo Neto, Renato Américo de

Université de soutenance : Universidade Federal de Alagoas

Grade : Doutorado em Agronomia : Produção Vegetal 2019

Résumé
A mudança de uso da terra, o uso extensivo do solo e práticas que envolvam manejo de irrigação, estão entre os fatores que afetam a quantidade e qualidade de matéria orgânica do solo (MOS), importante para o desenvolvimento agrícola e um componente essencial na mitigação do carbono na atmosfera. Na quantificação do carbono orgânico do solo (COS), um dos componentes da MOS, metodologias são adotadas, dentre elas a previsão da dinâmica do COS por meio de modelos matemáticos, indicando o modelo CENTURY como um dos que estimam com acurácia os teores do COS. Neste contexto, o presente estudo teve como objetivo avaliar a dinâmica do COS em diferentes solos do semiárido Alagoano, através do modelo CENTURY 4.5, adaptando e validando o modelo para as condições locais e simulando a dinâmica do COS em cenários futuros em ambiente de sequeiro e irrigado. O estudo foi realizado com o modelo CENTURY 4.5, com dados de entrada provenientes de três tipos de solos (Neossolo Quartzarênico, Neossolo Regolítico e Argissolo Vermelho Amarelo), em três municípios do semiárido do estado de Alagoas (Delmiro Gouveia, Pariconha e Inhapi). O estudo foi constituído de duas etapas : etapa 1 – Estabilização, calibração e validação do CENTURY para os diferentes tipos de solo e sistemas de uso da terra (vegetação nativa, agricultura e pastagem) ; e etapa 2 – Simulação dos cenários futuros, considerando as seguintes condições : a) Agricultura de sequeiro, assumindo que não haverá aumento de temperatura e nem aumento da concentração de CO2 atmosférico ; b) agricultura de sequeiro, assumindo que haverá aumento de temperatura e aumento da concentração de CO2 atmosférico ; c) agricultura irrigada, assumindo aumento de temperatura e um ambiente mais rico em CO2. Na etapa 1, foi necessário a adaptação do modelo CENTURY na estimativa do COS, utilizando-se dados da literatura. A adaptação foi realizada em duas etapas : i) execução do modelo utilizando os dados da literatura e ; ii) modificação dos parâmetros relacionados às taxas de decomposição do COS, adequando o modelo às condições edafoclimáticas das regiões de estudo. Na etapa 2, foram realizadas simulações em condições de cenários climáticos futuros, por meio de dois modelos climáticos (Eta-HadGem e Eta-MIROC5) e utilizou-se também os dados médios dos dois modelos, com forçantes radiativas de 4,5 W m-2 (RCP4.5) e 8,5 W m-2 (RCP8.5). De acordo com os resultados obtidos, o modelo foi capaz de atingir seus objetivos principais, sendo adaptado para as condições de clima e solo em regiões do semiárido de Alagoas. O modelo foi ainda capaz de simular a dinâmica de C em ambiente de sequeiro e irrigado, nos diferentes cenários climáticos futuros, indicando que a dinâmica do COS é influenciada pelo manejo de água no solo, bem como através das condições climáticas inseridas no CENTURY4.5.

Présentation

Version intégrale (3,8 Mb)

Page publiée le 18 janvier 2020