Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2019 → Como as mudanças climáticas podem influenciar a distribuição de espécies xerófitas ?

Universidade Federal do Ceará (2019)

Como as mudanças climáticas podem influenciar a distribuição de espécies xerófitas ?

Soares, Lucas Figueiredo

Titre : Como as mudanças climáticas podem influenciar a distribuição de espécies xerófitas ?

How can climate change influence the distribution of xerophytic species ?

Auteur : Soares, Lucas Figueiredo

Université de soutenance : Universidade Federal do Ceará

Grade : Mestrado em Ecologia e Recursos Naturais 2019

Résumé
As mudanças climáticas transformam as condições ambientais, e consequentemente, afetam a distribuição dos organismos em todo o planeta. Objetivamos com este estudo biogeográfico compreender a probabilidade de ocorrência futura de cinco espécies xerófitas do gênero Tacinga Britton & Rose (Cactaceae), distribuídas no semiárido brasileiro, em domínios fitogeográficos de caatinga e cerrado. Para tal, utilizamos variáveis bioclimáticas que derivaram os modelos futurísticos presentes no manuscrito. Nossa hipótese é que devido ao aquecimento global previsto para os próximos anos, espécies xerófitas terão a distribuição geográfica favorecida e expandida mesmo em áreas com risco de desertificação. No entanto, nossos resultados sugerem que este fator deve ser analisado de acordo com cada táxon, pois nem todas as espécies irão expandir sua distribuição. Verificamos que no território brasileiro existem locais estratégicos para a preservação dessas espécies como a Chapada Diamantina na Bahia, considerado um refúgio biológico do gênero. Concluímos que espécies com probabilidade de ocorrência mais restritas, como T. funalis e T. saxatilis precisam ser conservadas, devido uma possível restrição geográfica em tempos futuros, mais precisamente em 2050.

Climate change transforms environmental conditions, and consequently, affects the distribution of organisms around the planet. We aim with this biogeographic study to understand the probability of future occurrence of five xerophyte species of the genus Tacinga Britton & Rose (Cactaceae), distributed in the Brazilian semi-arid, in phytogeographic domains of caatinga and cerrado. For this, we used bioclimatic variables that derived the futuristic models present in the manuscript. Our hypothesis is that due to global warming predicted for the coming years, xerophytic species will have the geographical distribution favored and expanded even in areas at risk of desertification. However, our results suggest that this factor should be analyzed according to each taxon, since not all species will expand their distribution. We verified that in the Brazilian territory there are strategic locations for the preservation of these species such as the Chapada Diamantina in Bahia, considered a biological refuge of the genus. We conclude that species with a more restricted probability of occurrence, such as T. funalis and T. saxatilis need to be conserved, due to a possible geographical restriction in future times, more precisely in 2050.

Présentation

Version intégrale (1,3 Mb)

Page publiée le 26 février 2020