Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Brésil → Insegurança hídrica domiciliar no município de Forquilha, Ceará, Brasil

Universidade Federal do Ceará (2019)

Insegurança hídrica domiciliar no município de Forquilha, Ceará, Brasil

Tomaz, Paula Alves

Titre : Insegurança hídrica domiciliar no município de Forquilha, Ceará, Brasil

Household water insecurity in Forquilha, Ceará, Brazil

Auteur : Tomaz, Paula Alves

Université de soutenance : Universidade Federal do Ceará

Grade : Doutorado em Geografia 2019

Résumé
Insegurança hídrica doméstica refere-se à situação de dificuldades de acesso a água em qualidade e quantidade suficiente a manutenção do bem-estar do agregado familiar. Tal situação tem resultados negativos nas famílias refletidos em grandes esforços para se obter água. Esta pesquisa abordou a insegurança da água em termos domiciliares em um município no semiárido brasileiro acometido por sucessivas secas e que apresenta grande contingente populacional em situação de vulnerabilidade. Teve como objetivo principal, compreender a insegurança hídrica doméstica nos agregados familiares através de indicadores socioeconômicos e de infraestrutura hídrica, estabelecendo as relações entre as áreas urbanas e rurais. A pesquisa foi desenvolvida no município de Forquilha, localizada no estado do Ceará, Brasil. Foi aplicado questionários (n = 321) com questões acerca da água para as atividades domésticas e demais variáveis que influência na obtenção de água para o lar como a renda, a composição familiar dentre outras. Utilizou-se as análises fatorial e exploratória de dados espaciais para verificar a relação espacial entre insegurança hídrica doméstica e a vulnerabilidade social. Principais resultados mostram falhas nos serviços de abastecimento de água no município fazendo com que a população necessite utilizar diversas fontes de abastecimento. Problemas de indisponibilidade de água, má qualidade e acesso foram recorrentes, deste modo foram identificados e caracterizados os níveis de insegurança hídrica domiciliar que suscitam o entendimento e o debate sobre políticas públicas voltados ao acesso a água em qualidade e quantidade suficiente ao agregado familiar a fim de assegurar a segurança hídrica nas regiões semiáridas do Brasil.

Household water insecurity refers to the situation of difficulties of access to water in quality and sufficient quantity to maintain the well-being of the household. This situation has negative results in families reflected in great efforts to obtain water. This research addressed the insecurity of water in domiciliary terms in a municipality in the Brazilian semiarid region affected by successive droughts and that presents large population contingent in situation of vulnerability. Its main objective was to understand household water insecurity through socioeconomic indicators and water infrastructure, establishing relationships between urban and rural areas. The research was developed in the municipality of Forquilha, located in the state of Ceará, Brazil. Questionnaires were applied (n = 321) with questions about water for domestic activities and other variables that influence the obtaining of water for the household, such as income, family composition, among others. We used the factorial and exploratory analysis of spatial data to verify the spatial relationship between household water insecurity and social vulnerability. Main results show flaws in water supply services in the municipality causing the population to need to use several sources of supply. Problems of unavailability of water, poor quality and access were recurrent, thus identifying and characterizing the levels of household water insecurity that raise the understanding and debate on public policies aimed at accessing sufficient and quality water to the household in order to ensure water security in the semiarid regions of Brazil.

Présentation

Version intégrale (12,9 Mb)

Page publiée le 21 janvier 2020