Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2019 → Capacidade de carga de fósforo de seis reservatórios da região semiárida brasileira

Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) 2019

Capacidade de carga de fósforo de seis reservatórios da região semiárida brasileira

Oliveira, Carmem Júlia Sant’anna de

Titre : Capacidade de carga de fósforo de seis reservatórios da região semiárida brasileira

Auteur : Oliveira, Carmem Júlia Sant’anna de

Université de soutenance : Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Grade : Mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental 2019

Résumé
O enriquecimento excessivo dos corpos de água por nutrientes e o aumento da produção primária é um processo natural que acontece de forma lenta, no entanto, este processo tem ocorrido nas últimas décadas rapidamente, devido ao aumento na carga externa de nutrientes antropogênicos, principalmente fósforo. De forma a reduzir a entrada desse nutriente, tem sido desenvolvidos modelos para cálculo da carga máxima de fósforo, ou seja, sua capacidade de carga, porém a maioria dos modelos utilizados não consideram a variação temporal do volume que ocorrem em reservatórios e lagos de regiões semiáridas. Diante disto, esta pesquisa estimou cargas máximas de fósforo para seis reservatórios da região semiárida brasileira, a partir de um balanço de massa acoplado a um balanço hídrico. Essa carga obtida é a máxima para que em 90% do período de simulação a concentração de fósforo no reservatório fosse de até 30 mg/m³, que é o limite estabelecido pela legislação (Resolução 357/05 do CONAMA) para água doces, no restante do tempo a concentração poderia ultrapassar o limite estabelecido. Foram simulados cenários com três fluxos verticais de fósforo, quatro demandas de água, três concentrações iniciais e dois volumes iniciais. Os resultados obtidos mostraram que os parâmetros adotados nas simulações exerceram uma forte influência sobre a capacidade de carga de fósforo, sendo a demanda e o fluxo vertical os mais influentes. A incorporação da variação dos níveis de volume nos reservatórios, aproximou as simulações à real situação da região, demonstrando a importância de considerar a variabilidade temporal do volume para a obtenção da capacidade de carga de reservatórios da região semiárida.

Présentation

Version intégrale (0,93 Mb)

Page publiée le 19 février 2020