Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Master → Brésil → 2019 → Ocorrências de veranicos e seus efeitos sobre o cultivo do consórcio feijão caupi–capim (Panicum maximum) sob dosagens de esterco bovino

Universidade Federal do Ceará (2018)

Ocorrências de veranicos e seus efeitos sobre o cultivo do consórcio feijão caupi–capim (Panicum maximum) sob dosagens de esterco bovino

Moreira, Levi Gonçalves

Titre : Ocorrências de veranicos e seus efeitos sobre o cultivo do consórcio feijão caupi–capim (Panicum maximum) sob dosagens de esterco bovino

The occurrence of dry spells in the state of ceará and their effects on the cultivation of cowpea intercropped with panicum maximum ‘brs zuri’ under doses of cattle manure

Auteur : Moreira, Levi Gonçalves

Université de soutenance : Universidade Federal do Ceará

Grade : Mestrado em Engenharia Agrícola 2018

Résumé
No Ceará o semiárido abrange 86,8% da sua área, sendo o segundo Estado do Nordeste em população inserida neste, com mais de 4,5 milhões de habitantes. Grande parte da população que vive nessa área está diretamente vinculada às atividades agrícolas e busca seu sustento sobre a base de recursos naturais existentes, em suas propriedades ou no entorno destas. Por isso, o entendimento da estação chuvosa e dos veranicos ocorrentes e sua influência nos sistemas de cultivo utilizados pelas comunidades rurais do semiárido cearense, como o consórcio feijão de corda com capim Panicum maximum, são pré–requisitos para fundamentar a escolha das melhores épocas e técnicas de plantio em regime de sequeiro. Para isso, realizaram–se dois trabalhos experimentais. O primeiro teve como objetivo principal quantificar o número de ocorrências de veranicos de 12, 16 e 20 dias, na série histórica de 1974 a 2017, no Estado do Ceará, na região do sertão Central e no município de Quixadá, em cada mês da estação chuvosa. Além disso, realizaram–se análises da ocorrência dos veranicos, no município de Quixadá, com relação aos eventos de El Niño e La Niña. Adotou–se como critério para a definição de veranico, o mesmo adotado pela Funceme, ou seja, uma sequência de dias sem lâmina precipitada igual ou maior que 2 mm dia–1. Para se quantificar a duração e o número de veranicos, os dados pluviométricos da série histórica foram processados pelo frame PyFuncemeClimateTools, desenvolvido pela Funceme. O maior número de veranicos no estado do Ceará com duração igual ou superior a 12, 16 e 20 dias ocorreu no mês de maio com 16, 11 e 7 eventos, respectivamente, o que relativamente representou 57%, 73% e 77% dos eventos ocorridos durante os meses da estação chuvosa. Nos anos com La Niña, foram raros os veranicos com doze ou mais dias durante o mês de março em Quixadá. Estes não ocorreram durante o mês de abril. Não ocorreram boas correlações entre o número de eventos mensais, sob condições de El Niño ou de La Niña, e as anomalias de TSM, mostrando que estas não se constituem em um fator adequado para a estimativa do número de veranicos. No segundo estudo, o objetivo principal foi verificar os efeitos de veranicos e de dosagens de esterco bovino sobre as produtividades do consórcio feijão de corda com capim Panicum maximum, em condições semiáridas. A pesquisa foi realizada na fazenda Bom Jardim, no município de Quixadá–CE, no período de maio a julho de 2016. O experimento foi composto por quatro diferentes intensidades de veranicos (0, 12, 16 e 20 dias ; simulados por meio da supressão da irrigação) e por quatro doses de esterco bovino (0, 15, 30 e 45 t ha–1), com quatro repetições, perfazendo um total de 64 unidades experimentais. O delineamento experimental foi em parcelas subdivididas. Cada unidade experimental foi composta de 8 e 16 covas de capim e de feijão, respectivamente, mas apenas as centrais, 4 e 8 covas, foram consideradas úteis. As variáveis analisadas foram : número de vagens por planta de feijão, comprimento de vagens, número de sementes por vagem, massa de cem sementes e massas fresca e seca da parte aérea do feijão e do capim. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância pelo teste F e quando significativos aos níveis de 1 ou 5% foi realizado o teste de Tukey (dados qualitativos, referentes aos veranicos) e análise de regressão (dados quantitativos, referentes as dosagens de esterco). As plantas de feijoeiro desenvolveram estratégias de sobrevivência, após o fim dos veranicos, reduzindo o número de vagens para possibilitarem um maior número de sementes por vagem. A aplicação de doses mais elevadas de esterco mitigou o efeito do estresse hídrico provocado pelos veranicos na maioria das variáveis analisadas.

Présentation

Version intégrale (3,2 Mb)

Page publiée le 20 février 2020