Informations et ressources scientifiques
sur le développement des zones arides et semi-arides

Accueil du site → Doctorat → Portugal → Integrative inference of evolutionary patterns of desert biodiversity : a spatial and temporal multi-scale approach using herpetofauna from North-Africa.

Universidade do Porto (2017)

Integrative inference of evolutionary patterns of desert biodiversity : a spatial and temporal multi-scale approach using herpetofauna from North-Africa.

Vasconcelos Gonçalves Duarte Nuno

Titre : Integrative inference of evolutionary patterns of desert biodiversity : a spatial and temporal multi-scale approach using herpetofauna from North-Africa.

Auteur : Vasconcelos Gonçalves Duarte Nuno

Université de soutenance : Universidade do Porto

Grade : Doutoramento em Biodiversidade, Genética e Evolução 2017

Résumé partiel
O Norte de África é uma região de grande importância biogeográfica, cada vez mais reconhecida como um centro de biodiversidade e diversificação, e com uma estreita relação histórica com a biodiversidade Europeia. A maior parte da região é ocupada pelo Saara e Sael, duas das principais ecoregiões de África, que abarcam o maior deserto quente do mundo e as regiões áridas vizinhas a sul. A extensão das duas áreas flutuou largamente nos últimos milhões de anos, devido a ciclos de humidadearidez com 20 000 a 100 000 anos que fizeram o deserto ir e vir, o que, juntamente com uma série de eventos geológicos e uma paisagem topograficamente variada, providenciam um cenário rico para estudar os mecanismos evolutivos que modelam a biodiversidade local. Pese embora um crescente corpo de estudos acerca da biodiversidade do Saara-Sael, existe ainda um enorme vazio de conhecimento no que toca à distribuição da biodiversidade, aos limites das espécies, ou aos processos evolutivos que levaram aos padrões de biodiversidade presentemente observados. O objectivo geral desta tese foi estender o conhecimento acerca da biodiversidade e história biogeográfica da região árida do Norte de África, assim como dos processos evolutivos que lhe deram forma. Quatro objectivos foram delineados para esse propósito : 1) aumento do volume de dados de amostragem disponíveis para a região, e descrever padrões de diversidade ; 2) desenvolvimento e optimização de ferramentas e protocolos orientados para o estudo da biodiversidade local ; 3) estudo de padrões evolutivos a grandes escalas espaciais e temporais ; e 4) estudo de padrões evolutivos à escala espacial (e temporal) local. Isto foi alcançado integrando ferramentas filogeográficas e ecogeográficas na análise de dados de distribuição, genéticos, e ecológicos referentes a representantes da herpetofauna do Norte de África, incluindo espécies do género Agama, Psammophis schokari, e Hoplobatrachus occipitalis.

Mots clés  : ambientes áridos ; biogeografia ; ciclos climáticos ; diversificação ; especiação ; evolução ; filogeografia ; modelos de distribuição de espécie ; nicho ecológico ; Norte de África ; Saara ; Sael.

Présentation

Version intégrale (11 Mb)

Page publiée le 15 avril 2020